18.5.2017

Não conheço um só filósofo, ensaísta ou analista político americano que tenha a coragem de examinar criticamente os pressupostos da modernidade a fundo e impugná-los desde a raiz. Todos fazem uma concessãozinha aqui, outra ali, em parte por medo de parecer reacionários, em parte porque aqueles pressupostos se impregnaram tão profundamente no “senso comum”que contestá-los se tornou impensável, em parte porque a concepção mesma da democracia americana nasce da modernidade.
O inverso disso é o que se passa na direita francesa, cujo antimodernismo é, com freqüência, de ordem doutrinária e não hesita em condenar os mais óbvios benefícios da modernidade, como se exame crítico tivesse de ser necessariamente negação.
Quando o espírito polêmico predomina sobre a busca radical da verdade, sempre alguma fraqueza aparece.
Evidentemente isso acontece porque esses escritores estão ligados a algum grupo ou corrente e não se movem com total liberdade de pensamento.

*

CO pensamento filosófico e científico pode se permitir uma certa dose de incoerência, quando os fatos são complexos demais para reduzir-se a uma unidade doutrinária. Mas, para as ideologias, a coerência em bloco é TUDO, sob pena de condenação por heresia.

P. S. – A Reuters é uma agência comunista.

*

omo digo as coisas exatamente do modo que as percebo, sem me preocupar com saber a quem minhas conclusões vão favorecer ou desfavorecer, posso sempre ser acusado de heresias opostas e incompatíveis, conforme as minhas opiniões doam no calo desta ou daquela corrente ideológica, que em geral não tem nem mesmo a consciência de ser ideológica.

*

Num meio intelectual em que o pensamento ideológico é o mais alto ideal concebível, serei sempre um E.T., e cada um que se depare comigo buscará alívio da sua desconfortável estranheza dando-me o rótulo de alguma incomodidade a que esteja acostumado. Eis como posso me tornar, conforme as dores do freguês, sionista e islamita, reacionário e comunista, macumbeiro gnóstico e católico integrista, entre outras inumeráveis esquisitices.
Tudo isso é uma discussão de moscas e pernilongos que ansiosamente buscam saber que tipo de bicho é o tal de inseticida.

*

Por que o Pence é mais aceitável aos democratas do que o Trump? Porque uma vez ele já jogou todo o peso da sua influência para livrar da cadeia um famoso membro da elite pedófila. É um favor que não se esquece facilmente.

*

Se o Donald Trump tivesse estudado suficientemente o esquema de poder globalista nos EUA, suas primeiras medidas teriam sido de ordem policial, não econômico-administrativa.

*

Mexer com gangsters esperando que eles obedeçam elegantemente as regras do jogo é suicídio.

*

Acho que pessoas de mentalidade empresarial jamais entenderão isso.

*

20.000 assinaturas… and counting:

*

Essa conversa de impeachment do Trump é só o começo. Com impeachment ou sem impeachment, o caos está preparado, e vai eclodir a qualquer momento. O objetivo é total destruição da soberania americana. Nada mais, nada menos.

*

Expurgo às avessas. Trump, definitivamente, não é um guerreiro.

https://www.infowars.com/wh-head-of-personnel-to-purge-trump-supporters-from-staff-starting-may-22/

*

Até agora, os únicos políticos que COMPROVADAMENTE embolsaram dinheiro russo foram Hillary Clinton e John Podesta. Bom motivo para acusar o Trump exatamente disso. Trump será eternamente culpado de não ter punido o crime verdadeiro antes de ser acusado do falso.

*

Esta regra é INFALÍVEL: Todo político conservador que se omite de denunciar algum crime da esquerda será, mais dia menos dia, acusado desse mesmo crime.

*

Está cada vez mais claro que os americanos, como que seguindo o exemplo brasileiro, se tornaram um povo incapaz de governar-se a si mesmo. Desde que, só por medo de críticas mal intencionadas, aceitaram ser governados por um desconhecido com documentos falsos, abdicaram da sua soberania para sempre. Tudo indica que é tarde para voltar atrás, embora não custe continuar rezando para que isso aconteça.

*

Comparar a ferocidade dos inimigos do Trump com a passividade atônita dos seus eleitores é comprovar, uma vez mais, o caráter profético dos versos de William Butler Yeats:

Mere anarchy is loosed upon the world,
The blood-dimmed tide is loosed, and everywhere
The ceremony of innocence is drowned;
The best lack all conviction, while the worst
Are full of passionate intensity.

*

Rafael Mekaro O senhor não consegue uma entrevista com o Alex Jones para explicar o que é que está acontecendo nos EUA? Ele tem muito conhecimento dos globalistas, satanistas, mas bem pouco do movimento comunista, na verdade nenhum americano manja.
Olavo de Carvalho Simplesmente não posso fazer isso. Um Green Card é um favor do governo, que qualquer burocrata enfezado pode cancelar quando lhe der na telha.

*

A experiência, pelo visto, não ensina NADA. Mesmo nos meios ditos conservadores, todo mundo ainda tem uma tremenda dificuldade de imaginar que a gritaria unânime da grande mídia ocidental é antes garantia de falsidade que de veracidade. De fato, parece inverossímil que tantas entidades supostamente respeitáveis mintam juntas, em obediência a um projeto de poder e com total desprezo pelos fatos. Mas, como já ensinava Aristóteles, não é verossímil que tudo sempre se passe de maneira verossímil. Uma quota de absurdo é inerente à estrutura da realidade, e nada impede que, em certos momentos, ela domine o quadro todo.

*

Afinal, “onde Deus é excluído, a lei da organização criminal toma seu lugar, não importa se de forma descarada ou sutil” (Bento XVI).

*

Repito, aparentemente em vão: Não há NENHUMA prova, seja de que o Trump tenha entrado em conluio com os russos durante a campanha eleitoral, seja de que ele tenha revelado ilegalmente segredos de Estado ao embaixador Lavrov. No primeiro caso, há provas cabais EM CONTRÁRIO; no segundo, tudo o que há contra o acusado são dois depoimentos ANÔNIMOS, jamais apresentados à Justiça, só à mídia, e abertamente contraditados por uma testemunha direta presente aos fatos.

*

Se, diante das recentes revelações que comprovam a total ausência de governo no Brasil, os militares fizerem mais um pouco de cu-doce, o país morrerá de diabetes.

*

“Se vocês homens tivessem algo melhor do que a inteligência masculina, saberiam que as mulheres, quando falam, não querem dizer absolutamente nada. São os homens que levam conversa a sério.”
(Mrs. Beards, em “Light in August” de William Faulkner)

*

Três pontos deveriam ter sido as prioridades do governo Trump desde o primeiro dia: (1) Os documentos falsos do Obama; (2) O conluio DO OBAMA com a Rússia; (3) o Lolita Express. Tudo o mais poderia ficar para depois.

*

O establishment globalista não pode ser vencido. Só destruído.

Matheus Andrade Professor Olavo de Carvalho a única instituição que pode fazer isso é a Igreja Católica?
Olavo de Carvalho Sim, mas ela não quer.
Paulo Coutinho Professor, baseado na frase do Nietzsche a destruição do globalismo seria substituído pela volta das soberanias nacionais?
Olavo de Carvalho O que falta não é um programa, É disposição de agir, e sobretudo de agir impiedosamente.

*

A célebre lealdade bipartidária americana tem esta peculiaridade: Ela só vale quando é em favor dos democratas.

*

Os republicanos tiveram mil oportunidades de destruir a carreira do Obama, mas acharam que pegaria mal. Ainda me lembro dos luminares do conservadorismo recusando-se a tocar na questão dos documentos falsos e pontificando “Há maneiras mais eficazes de combater o Obama”. Um deles foi o Bill O’Reilly, que agora só tem como consolação passar Hipoglós no cu.

*

Por que, diante de mil crimes comprovados do Obama, a preocupação única dos conservadores foi “preservar a dignidade da Presidência”, quando para jogar essa dignidade no lixo basta uma leve aparência de delito do Donald Trump?

*

Não há nenhuma maneira delicada, indolor e diplomática de combater o establishment globalista, fingindo normalidade e evitando escândalos ainda que com sacrifício próprio. Ou é uma tempestade de escândalos, ou é o silêncio cúmplice.

*

“Par délicatesse j’ai perdu ma vie” é a história antecipada de todo o conservadorismo moderno, nos EUA ou em toda parte.

*

Falar manso e agir com brutalidade é uma fórmula que jamais falhou. E invertê-la foi sempre receita de suicídio.

*

A direita jamais aprendeu a lição do PT: é preciso destruir os inimigos ANTES de chegar à Presidência. Depois, é tarde demais.

*

Não esperem que o Bolsonaro, eleito, faça o que seus eleitores deveriam ter feito antes de votar nele.

*

Vencer uma eleição não é “conquistar o poder”. Ou é prova de que você já tem o poder, ou de que jamais chegará a tê-lo por mais lindo que seja o cargo para o qual foi eleito.

*

No fim da década de 90, o PT já não tinha adversários que oferecessem perigo. Levou trinta anos para afastá-los do caminho, e entregou a Presidência ao Lula como um trono dourado, não como uma privada explosiva.

*

Desculpem o mau jeito, mas num ponto Nietzsche tinha razão: os cristãos são frouxos. Crônica e irremediavelmente frouxos. Durante cinco séculos os muçulmanos foram invadindo país atrás de país, tomando meia Europa e chegando às portas de Roma com a intenção de derrubar o Papado. A cristandade reagiu com tentativas anárquicas de tomar UMA SÓ CIDADE — Jerusalém — e nem sequer chegou a pensar em invadir a Meca para acabar com o islamismo. Os cristãos de vários países assistiram de camarote à Revolução Francesa, não deram uma ajudinha sequer aos rebeldes católicos da Vendéia e só se juntaram depois, contra Napoleão, justamente o sujeito que, de boa ou má vontade, havia salvado da extinção o catolicismo francês. Na Guerra Civil Espanhola, não fizeram pelos combatentes católicos um milésimo do que a esquerda mundial fez pelos comunistas. Na II Guerra só conseguiram derrotar o nazismo deixando a maior parte do serviço para os comunistas, ante os quais depois se prosternaram vergonhosamente. 
Que gente é essa, meu Deus?

*

Cristãos valentes, que eu saiba, só houve em Portugal, na Espanha, na Hungria e na Polônia. No resto do mundo, uma multidão de boiolas.

*

A guerra interna contra a América não começou ontem:

http://dailycaller.com/2015/05/11/political-correctness-has-destroyed-the-armys-readiness-and-morale/

*

Conversa em família:
JACK: — Do you have a boob?
ROXANE: — I have two.

*

Se sofro uma ofensa pessoal, posso oferecer a outra face em vez de revidar. Mas ninguém no mundo tem o direito de oferecer a outra face de terceiros, de inocentes perseguidos e massacrados. Muito menos a outra face de povos inteiros, da nação ou da Igreja.

*

Os chefões do Partido Democrata começaram a botar panos quentes na conversa de “impeachment”, porque sabem que não tem base legal. Contrariando toda a mídia nacional, eu disse que não era para já. Mas o que quer que venha mais tarde será pior.

*

Estou começando a ficar de saco cheio de fazer certo e de graça o que os bam-bam-bams da mídia ganham um belo dinheiro para fazer errado.

Daniele Patroni Não desista professor! O senhor já conseguiu transformar muita coisa!! Agora seria ótimo se o Trump ouvisse teus conselhos!
Olavo de Carvalho Neste país sou apenas um hóspede. Tenho de ficar de bico fechado.

*

Minha vingança, aqui, é comer blocos inteiros de queijo Bleu d’Auvergne enquanto mando todo mundo tomar no cu.

A França tem 4 mil tipos de queijos. Só experimentei uns cento e vinte.

*

Dois romancistas populares ingleses ante os quais os pedantes empinam seus empoados narizinhos, mas que merecem respeito, são W. Somerset Maugham e A. J. Cronin. Não consigo deixar de gostar do que eles escrevem. Já nem digo nada de Charles Morgan, um gênio infinitamente superior aos seus críticos.

*

Você jamais lerá isto no Grobo nem na Fôia:
Toda a conversa sobre impeachment do Trump surgiu de uma reportagem do Washington Post sobre informações secretas supostamente vazadas pelo presidente ao embaixador russo. A informação vinha, segundo o jornal, de “um ex funcionário federal que é pessoa próxima de membros da alta administração”.
Com observou Daniel Greenfield, “isso é uma fonte anônima citando outras fontes anônimas. Isso não é jornalismo. É uma piada.”
Outro zunzum alegadamente impichável foi que o ex-diretor do FBI, James Comey, disse ter sido pressionado pelo presidente para parar as investigações sobre o general Michael T. Flynn. A acusação é realmente grave, mas acontece que, em 3 de maio, o mesmo Comey, falando no Congresso SOB JURAMENTO, afirmou que nada disso havia acontecido.
Eis portanto a totalidade dos motivos de impeachment apresentados até agora: uma piada e um perjúrio.
Entendem por que a liderança democrata, após atiçar a gritaria inicial, já mudou de idéia?

*

O maior crime do Trump: em quatro meses de administração, fez o desemprego nos EUA cair para o nível mais baixo dos últimos 28 anos. 
Quem pode aguentar um filho da puta desses?

*

NOTA QUE ESTÁ ROLANDO NAS REDES SOCIAIS:
Por Marie Asmar

O plano é o seguinte:

“Tirar Temer agora, convoca-se eleições diretas para que o Lula saia candidato antes de virar de ser condenado.
A JPS é do Lula ,esses dois irmãos nada mais são do que laranja na rede de empresas.
Esse jornalista da Globo é assumidamente petista, é só entrar nas redes sociais do cara e ver as suas publicações.
Tudo acontecendo muito rápido!
A notícia foi divulgada às 19:30 de ontem pela Globo News, às 20:00 horas de ontem mesmo ,já tinha dois deputados da oposição com dois pedidos de Impeachment protocolados,sem ninguém escutar os audios da delação dos irmãos.
Os vermelhos já estavam à postos na frente do Palácio Presidencial e na Avenida Paulista.
A Globo News divulgando sem cessar o Impeachment certo do Temer.
Isso não cheira armação para vocês?
Um dos irmãos delatores literalmente “se picou” para Nova York com o aval da polícia responsável pelo acordo de delação, gravação , imagens , filmes e notas de dinheiro marcadas , detalhe os irmãos podem sair do Brasil sem tornozeleira eletrônica e pedir asilo político para os Estados Unidos,onde nos últimos dois anos a empresa abriu mais
de 50 frigoríficos.
Essa JBS abriu em 2007 no governo Lula, foi a empresa que mais recebeu dinheiro do BNDS ,cedido pelo Mantega, hoje essa JBS é a maior empresa alimentícia de Brasil em apenas 10 anos.
Essa empresa comprou a maioria dos frigoríficos tradicionais do Brasil e o Brasil virou um monopólio na área de frigoríficos.
O carinha foi visto saindo do seu apartamento em Nova York com a mulher e várias malas cheias(sabe lá o que tinha nas malas), esse depoimento é do porteiro do prédio em Nova York.”

Anúncios

Rafael Falcón

Não sou olavete veterano: quando cheguei ao Olavo de Carvalho, ele já estava fora do Brasil. Choraminguei um pouco essa mágoa, mas tive sorte de pegar o começo do COF e assistir enquanto um bando de joões-ninguém ia crescendo, eu incluso, e de repente um blogueiro meio esquisito virava o Felipe Moura Brasil, um sujeito cuja foto era Aristóteles com camisa de futebol se revelava o Renan Martins dos Santos, etc.

De certo modo, olhávamos para nós mesmos como aquelas bandas de garagem. Nós nos víamos como amadores, e estávamos até certo ponto brincando de intelectuais. Então veio o Mínimo, e tudo mudou. Era impossível ignorar a seriedade do que estava acontecendo. Olavo não estava mais falando só para uns poucos; estava criando uma comunidade.

O Jardim das Aflições marcará uma fase nova para essa comunidade, que anos atrás um amigo, inteligente mas imprevidente, chamou com desprezo de “gueto”, comparando-a às elevações intelectuais da vida universitária. A partir de agora, o “gueto”, que já era uma comunidade ampla de leitores, será o Brasil inteiro. Por meio de uma obra de arte, Olavo deixará o estatuto de “best-seller” para tornar-se, de uma vez por todas, um símbolo.

Como poderíamos pedir mais? Tudo o que queríamos que fosse ouvido e levado a sério, durante esses anos em que fomos tratados como esquisitões ou simples loucos, agora o será. Acima de tudo, os que sofremos por ver como a verdade era achincalhada na pessoa do nosso professor, festejamos agora que alguma justiça lhe será feita perante o público. Neste mundo podre, em que o mérito tão poucas vezes é reconhecido, há maior vitória para celebrar?

O milagre de Fátima

“O milagre de Fátima é o acontecimento central da história do século XX.”
(Olavo de Carvalho, Aula 42, COF)

“Eu estou persuadido de que o Milagre de Fátima é o acontecimento central do século XX, mas ele certamente não entra na cultura moderna. Então quem está enganado? Nossa Senhora de Fátima ou a cultura moderna? Eu acho que um dos dois tem de ter razão; e os dois não a podem ter ao mesmo tempo.” (Olavo de Carvalho, Aula 121, COF)

“Quando Nossa Senhora, em Fátima, 1917, falou que a Rússia iria espalhar os seus erros pelo mundo, Ela não estava se referindo somente ao comunismo. Ela disse: os erros da Rússia. O comunismo foi a primeira etapa, e agora inventaram um outro, ainda pior. Sobre os escombros da sociedade comunista, os mesmos autores, criadores e mantenedores do comunismo, querem construir um outro império, ainda maior, e em escala mundial. Mas o que eles têm para oferecer? A própria corrupção e miséria da Rússia.” (Olavo de Carvalho, Apêndice ao livro Jardim das Aflições)

“Não há um milagre de Fátima, mas uma sucessão incrível de milagres”.
(Olavo de Carvalho, Aula 041, COF)

“O milagre de Fátima é fundamental para a ciência política contemporânea porque, como ele fala da previsão da guerra, ele é um dado da análise. Ele não pode ser desprezado como uma crença subjetiva”. (Olavo de Carvalho, Aula 111, COF)

“Não esqueça que, na própria profecia de Fátima, a primeira coisa que Nossa Senhora faz é abrir o inferno para mostrá-lo às crianças. Ou seja, antes mesmo de fazer a profecia, ela já mostra como é o inferno.” (Olavo de Carvalho, Aula 148, COF)

17.5.2017

*

6065 assinaturas… and counting:

http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT85559

*

Claudia Wild

O que estão fazendo com relação à censura do filme “O Jardim das Aflições“ é típico da mentalidade marxista e subdesenvolvida do Brasil – aquela que morre de medo de ser confrontada com coisa melhor e de maior substância. O livro é fantástico, denso, e mostra o que os brasileiros não estão acostumados a ler: alta cultura na literatura político- filosófica.

Olavo de Carvalho é genial. Ele é, sem dúvida, o maior intelectual brasileiro da atualidade, ainda que eu discorde dele em alguma coisinha, o que é natural.

Ele é indubitavelmente o responsável por uma mudança no questionamento de todo um comportamento, e da mudança na interpretação da política hegemônica nacional.

Esta censura burra e desarrazoada só fará com que ele seja mais lido, admirado e visto.

O autoritarismo da esquerda, que não admite quem pensa diferente e tem outros conceitos, só mostra o quão miseravelmente atrasada esta gente ” é. São indigentes intelectuais que temem até mesmo aqueles que os desprezam – não por soberba ou implicância ideológica -, mas simplesmente para que se mantenham longe dos imbecis petrificados, que estão atrasados há mais de meio século ( pelo menos).

*

Consolo de pobre:

18485889_10155254030982192_2350242703891677765_n

*

Filipe G. Martins

Quem sabe um dia não será possível encontrar no Brasil grupos como o Inklings — que reunia J. R. R. Tolkien, C. S. Lewis, T. S. Elliot, Charles Williams, dentre outros — ou como o Literary Club — que reunia gente como Edmund Burke, Joshua Reynolds, Samuel Johnson, Adam Smith e Edward Gibbon?

Também nessa esfera o trabalho do ProfessorOlavo de Carvalho já tem dado frutos e os primeiros grupos, ainda em germe, já parecem estar pipocando aqui e ali, em vários cantos do país. Um bom exemplo é o do pessoal do Instituto Borborema em Campina Grande, com quem estive há algumas semanas e cuja companhia me fez um bem enorme. Recomendo a todos que prestem atenção nas atividades desenvolvidas pelo instituto e acompanhem as publicações deles no ótimoHomem Eterno — e, se tiverem a oportunidade, não deixem de visitá-los, pois o círculo de amigos que eles conseguiram criar por lá é realmente admirável.

18446501_1075393129271703_5299559551636258752_n

*

Só no dia em que o côro uniforme da propaganda política for substituído por uma imensa polifonia de vozes individuais, sinceras, poderosas e criativas haverá uma esperança de dias melhores para o nosso país.

*

O sonho de todo idiota religioso é fazer com que os mandamentos da sua religião sejam incorporados nas leis civis e penais. É o mesmo que desejar que Júlio Cesar suba na Cruz em lugar de Jesus Cristo e continue governando depois disso.

*

A religião só pode funcionar como um LIMITE EXTERNO ao poder do Estado, não como uma peça dentro do Estado.

*

A religião não precisa dar palpite na constituição do Estado. Basta que o Estado trema de medo só de pensar em contrariá-la.

*

A vida intelectual não é uma monarquia hereditária. Ninguém tem de ocupar o meu lugar. Tem de ocupar o seu próprio, e Deus queira que o faça maior que o meu.

*

O número de grandes talentos — ou gênios — das letras e da filosofia que cabem num país é ilimitado. E quantos mais eles forem, mais cada um deles briilhará individualmente.

*

“É próprio do talento exaltar o gênio, e é próprio da inépcia tentar destrui-lo.” (Goethe)

Paráfrase: É próprio do gênio estimular os talentos, e é próprio da inépcia tentar sufocá-los.

*

Uma vez vi na primeira página de um jornal chileno uma change do ex-presidente Jorge Alessandri, que então todos perguntavam se iria se candidatar novamente à Presidência. Ele aparecia sentado num peniquinho, e embaixo a legenda:
— DON JORGE VOLVERÁ?
— NI CAGANDO.
Vocês imaginam isso no Brasil, a terra do não-me-toques?

*

Legendas de filmes mostram bem o estado geral do idioma num país. Acabo de ver, numa série francesa, Joséphine de Beauharnais dizendo:
— Ela PREDIU certo.
Deve ser mistura de “prever” e “predizer”. Linguagem de uma criança de três anos de idade. É assim que você conquista um lugar numa profissão de nível universitário.

*

E isso não é nada. O “O Corão” virou “O Coreano”.
Deve ser a biografia do Kim.

*

8000 assinaturas… and counting:

http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT85559

*

Brinde:

Assine a nossa petição e receba, em recompensa, a quantia exata de 0 (zero) fatias de mortadela.

*

Pela minha experiência, os sofrimentos, dores e humilhações nos apegam mais a este mundo do que quaisquer alegrias e prazeres que possamos ter experimentado. Estes, ao contrário, fazem-nos aspirar a bens cada vez mais altos e eternos.

*

Um homem não se torna dependente crônico da mãe porque ela foi boa e generosa, mas porque ela foi má e lhe sonegou as atenções de que ele precisava quando era pequeno e fraco demais para caminhar com suas próprias pernas. Aí ele continua esperando essas atenções, com a ânsia de um faminto, quando já cresceu e não precisa mais delas.

*

Minha mãe, graças a Deus, nunca me sonegou atenção nem carinho, e me deu, ademais, exemplos de fé, determinação, coragem e dignidade que nunca mais encontrei em parte alguma. Na época tudo isso me parecia apenas natural, mas, quanto mais velhinha ela vai ficando, mais vejo que foi sempre uma mulher extraordinária. Sem contar a sua beleza incomum, que me fazia morrer de dó dos meus amigos filhos de mocréias.

Célio Rodrigues Por que o senhor não a busca para morar com vocês? Há quanto tempo não a vê? A vida é tão curta para não mantermos os pais por perto. Isso não significa dependência infantil de colo da mãe, tolice quem julga assim, mas preservação e contato com a herança materna. Amor de mãe e filho, e vice-versa é sublime e sagrado demais para ser relegado às boas lembranças, ou ser só nutrido por elas.
Olavo de Carvalho Todo dia rezo pedindo que ela não morra antes de vir passar um tempo aqui. Ela TEM de conhecer isto.

*

Na vizinhança, fora a Dona Nice, só era bonita a mãe do Laerte, o neguinho, mas, além de ser pobre como um toco de pau, ela morreu no desabamento de uma montanha quando ele não tinha ainda dez anos de idade.

Lair Mendes Olavo, a imprensa americana está certa com relação a Trump ou não?
Olavo de Carvalho É um oceano de mentiras como nunca se viu no mundo.

*

Meu pai era um homem bom de coração, enormemente generoso com os pobres, mas tão triste e depressivo que, ainda pequeno, prometi a mim mesmo não seguir o destino dele.

Minhas tias contam que desde pequeno ele era solitário, melancólico e sem amigos.

Daniel De La Reina Lendo Eclesiastes 7, talvez exatamente isso tenha tornado seu pai sábio. O que o sr acha?
Olavo de Carvalho Daniel De La Reina Não sei. Minha mãe sempre me pareceu mais sábia.

*

Allan Dos Santos estava se sentindo agradecido.

Olavo de Carvalho no #TheNoite dia 30 de Maio!

*

No curso de admissão ao ginásio (não sei se isso ainda existe), fiz duas amigas lindíssimas que me adoravam, as duas chamadas Rosa, uma neguinha e uma japinha. Momentos felizes.

Michel Santana Eu tive a experiência contrária. Por mais que eu tentasse, não conseguia me enquadrar em nenhum grupo.
Olavo de Carvalho Eu também não, Tinha amigos soltos, provenientes dos grupos mais heterogêneos, até antagônicos.

*

Sempre fui deslumbrado com a beleza feminina, que me punha num estado de contemplação hipnótica e apatetada, sem que ainda eu soubesse o que era desejo. Sou gratíssimo a todas aquelas imagens de pura felicidade que povoaram o cenário da minha infância.

*

A mídia americana está cada vez mais descarada. Você lê uma manchete escandalosa: “Trump passou informações secretas ao embaixador russo” — e logo pensa em alta traição. Só no meio da matéria, bem escondidinha, vem a informação de que não houve nada de ilegal nisso, de que foi apenas um procedimento usual entre nações aliadas.

*

Quando estava no ginásio, eu e um grupo de pândegos adorávamos botar a cabeça para fora da janela do ônibus e gritar para o carro vizinho: “Moço! A roda da frente está ganhando da de trás!” Às vezes o cidadão parava o carro só para descobrir que não estava acontecendo rigorosamente nada.
Quase tudo o que hoje leio na mídia é exatamente assim.

*

Você já viu a mídia brasileira acertar alguma previsão? Então, não se preocupe. Ela só anuncia o que não vai acontecer.

*

Um impeachment do Trump é hipótese artificiosa e remota, mas uma coisa é certa: se o homem não der um jeito nos inimigos o mais breve possível, ALGUMA eles vão aprontar.

*

A mídia brasileira é apenas torcida organizada. Não tem NADA a ver com notícias e jornalismo.

*

A anormalidade da situação brasileira revela-se do modo mais patente no fato de que, num país de maioria conservadora, não há um só jornal diário conservador. O primeiro que aparecer derrubará imediatamente todos os outros, a não ser que seja, como tudo tende a ser nesse país, apenas um simulacro.

*

https://pt.aleteia.org/2017/05/16/padre-paulo-ricardo-revela-detalhes-ineditos-do-milagre-dos-pastorinhos-de-fatima/

*

ISTO é a real substância da política em Washington. A mídia zela para que ninguém no Brasil saiba destas coisas:

http://www.wnd.com/2017/05/chilling-similarities-between-seth-rich-murder-and-clinton-body-count-victims/

*

A economia americana está em alta, o desemprego em baixa, e já entrou em funcionamento a comissão que vai eliminar a principal causa de corrupção eleitoral nos EUA — os votos de ilegais. –, pondo em risco a sobrevivência mesma do Partido Democrata, que nunca esteve tão fraco. A gritaria por “impeachment” é pura propaganda, faz parte da busca desesperada por um escândalo salvador, que está difícil de encontrar exceto nas páginas do NY Times e da mídia brasileira.

*

O Partido Democrata está reagindo exatamente como o PT: refugiando-se num mundo paralelo de sonhos apocalípticos e sêde de sangue.

*

Por favor, não me perguntem mais se tal ou qual órgão da grande mídia é confiável. Nenhum é. Nunca é. Ponto final.

*

Não existe mais jornalismo. Só engenharia social, desinformação e agitptop.

*

“Dizer alguma coisa sem sentido requer muito mais tempo do que disparar um tiro.” (Sieyès)

*

O amor humano vem mesclado de tantos elementos fisiológicos, lúdicos, sociológicos etc., que não passa de um vestígio remoto, uma sombra ou mesmo uma caricatura do amor divino, mas nem por isso ele deixa de ser real na sua própria escala.

*

O santo que intercede por nós tem um coração mais ardente de amor do que todos os amantes de todos os séculos.

*

Levei setenta anos para perceber isso.

*

Se S. Paulo Apóstolo não mentiu ao dizer “Não sou em quem vive, é Cristo que vive em mim”, aquele que afirma que os santos estão mortos mata Jesus milhares de vezes.

Paula Felix Professor, desculpe, mas nem os santos nem os malditos estão mortos senão na carne, os que já morreram na carne, visto que a segunda morte, a do espírito, ainda não ocorreu. Assim Lázaro, no paraíso, como o rico, no inferno, não permanecem vivos, embora jazam seus corpos? Se não tivessem morrido, poderiam estar lá? E não terá sido precisamente por nós, os que ainda não passamos por morte alguma, não sermos capaz senão de inferir quem está onde, que Deus nos proibiu de tentar o contato?
Olavo de Carvalho O mais grave erro cognitivo do mundo é não aceitar um fato por não saber explicá-lo. Por definição, o fato vem primeiro, a explicação depois, se vier. A intercessão dos santos é um FATO confirmado por milhões de milagres. Se, por motivos de coerência doutrinal, nos recusamos a a aceitar esse fato, estamos contra a estrutura da realidade e, portanto, irremediavelmente funhanhados.

*

A liberdade de opinião é o último refúgio dos idiotas.

*

18558601_10155257078367192_7826965103223500199_o.jpg

Montaram esta foto para dizer que eu sou macumbeiro e petista. Mas que está engraçado, está.

*

*

Josias Teófilo Quando os mais de 40 críticos assinaram o manifesto em favor dos cineastas que retiraram seus filmes por causa da presença do meu isso foi notícia. Quando eu convidei publicamente os cineastas e críticos para verem o meu filme, isso não foi notícia. Agora, a petição em favor do meu filme está chegando a 9 mil assinaturas, e isso também não é notícia. Que critérios estranhos esses da mídia.

*

O esquema montado pela elite globalista contra o Donald Trump até que é simples: espalhar por toda parte o caos e a violência por meio de agentes pagos, e depois derrubar o presidente lançando sobre ele a culpa da “crise”.
Evidentemente, o plano não se volta só contra a pessoa do presidente, nem contra o seu partido ou seus eleitores, mas contra a existência mesma dos EUA como nação independente, e aliás contra a existência de QUALQUER nação independente.
No front ideológico, não faltam agora lindas teorias de que a própria Independência americana foi um erro, de que o sistema americano é culpado de todos os males do mundo, e de que teria sido melhor os americanos continuarem súditos obedientes da Coroa britânica…

Filipe G. Martins Os artigos que defendem essa tese apareceram primeiro no Project Syndicate, portal mantido pela Open Society do George Soros, e agora estão se espalhando por toda a mídia. Um exemplo recente:
http://www.newyorker.com/…/05/15/we-could-have-been-canada
Olavo de Carvalho Bem observado.

*

Amigos do Trump como Matt Drudge e Alex Jones têm insistido que ele precisa urgentemente de um plano de batalha contra a elite globalista.
O que me parece quase inacreditável é que ele não tivesse esse plano já desde o tempo da campanha eleitoral, limitando-se a um projeto econômico e pensando talvez que na hora H a própria elite apoiaria a restauração da economia americana.
Se pensou assim, numa típica ilusão de empresário, ele é como uma galinha que propõe à raposa um plano para a prosperidade do galinheiro.

*

A Casa Real deveria ter saído da concha faz tempo, mas, sacumé, “par délicatesse j’ai perdu ma vie”.

*

Se nunca aceitássemos fatos para os quais não temos explicação, ainda estaríamos duvidando da existência do universo.

*

A alegada conspiração do Trump com os russos é cem por cento inexistente. Quem passou ao Wikileaks as informações comprometedoras contra o Partido Democrata — 44 mil e-mails — NÃO FOI NENHUM RUSSO, muito menos algum russo aliado do Trump, foi um funcionário do próprio Diretório Nacional Democrata, Seth Rich, que em seguida apareceu assassinado a tiros naquilo que a polícia disse ser “um assalto”, estranhíssimo assalto no qual a vítima continuou com sua carteira, relógio e celular intactos. Até agora, enquanto se cria um bafafá dos diabos em torno de duas denúncias ANÔNIMAS contra o presidente, o FBI se recusa obstinadamente a examinar os 44 mil e-mails — a única prova de fonte primária em toda essa encrenca.

*

Se é verdade que Deus criou o mundo e o rege desde muito antes de mandar escrever a Bíblia, recusar um fato da realidade porque aparentemente não confere com o que você leu na Bíblia é pura idolatria da palavra escrita e uma contestação direta da autoridade do Criador. É, sobretudo, perverter o sentido da Bíblia.

*

Se a explicação tem de anteceder os fatos, a mais chinfrim das investigações policiais seria impossível.

*

O exemplo americano ilustra, uma vez mais, aquilo em que tenho insistido há anos: Eleger um presidente antes de vencer a guerra cultural é uma ejaculação precoce com pinto explosivo.

*

O falatório de “impeachment” é apenas parte da propaganda montada para preparar, para mais tarde, algo de muito pior.

*

17.000 assinaturas… and counting (e nem uma palavra na grande mérdia):

http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT85559

*

Se cair o esquema tucano-peemedebista, com as denúncias de corrupção contra o Temer, a situação vai ficar mesmo “sui generis”, porque simplesmente não há outro esquema capaz de tomar o poder. Uns não querem, outros não podem.

As Forças Armadas talvez tenham até a cara-de-pau de tirar o cu da reta pela enésima vez.

*

Este é o país da cagada geral. Eu sei, no meio da loucura epidêmica, o Olavo tem razão, mas o Olavo é só um bostinha.

*

Não agüento mais discutir com gente que alega doutrinas contra fatos, só aceitando um fato quando já tem explicação para ele. Essa atitude torna impossível QUALQUER conhecimento do que quer que seja.

*

Há trinta anos tenho um acordo tácito com os intelectuais de merda: eu ganho os debates e eles ganham a grana do governo.

Todo mundo sai feliz.

*

O Partido Democrata ainda está fazendo pesquisas de opinião pública para saber qual seria a reação popular a um possível pedido de impeachment do Trump. Sinal eloqüente de que é tudo um jogo de impressões, uma encenação pura e simples.

*

A realidade tem alguns princípios de auto-organização que jamais foram ou serão violados. O sonho globalista da Matrix — um mundo totalmente fictício imposto à população por uma elite de controladores onipotentes — só resultará na loucura geral, a apoteose do controle tornando-se indistinguível do total descontrole. Isso já aconteceu na URSS, mas sempre aparece algum gênio maluco achando que tudo dará certo se o plano for um pouquinho aperfeiçoado.

*

ACIMA da “razão” e da “fé”, infinitamente acima, está a REALIDADE, a criação divina, a Vontade atuante de Deus, que a fé mal vislumbra e a razão não compreende.

*

Se você não aceita um fato porque não tem explicação para ele, você está fazendo do seu pobre raciocínio a medida suprema de todas as coisas.

*

Se a explicação tem de anteceder os fatos, a mais chinfrim das investigações policiais seria impossível.

Verdade é o conteúdo inteligível da realidade. Ninguém intelige porra nenhuma de realidade nenhuma se começa por negá-la.
Deus é a Suprema Realidade, e n’Ele a Verdade antecede a Realidade da Criação. Nós nascemos dentro da Criação e, na nossa mente, a realidade dela antecede o nosso conhecimento da sua verdade.

Mauricio Marques Canto Jr. Dá vontade de levantar daqui e dar umas pancas no Olavo… Hauhauhauha
O cara é phodástico!

Olavo de Carvalho DEUS QUEIRA QUE VOCÊ LEVANTE DAÍ O MAIS BREVE POSSÍVEL. PODE ME DAR UMAS PORRADAS. APANHAREI COM ALEGRIA

Estamento burocrático

É preciso identificar quais são os procedimentos de manipulação da mente humana e de engenharia social que estão por baixo desses movimentos (minorias). É isso que interessa, o conteúdo dos movimentos pouco interessa. O que interessa é uma coisa mais profunda, que está em baixo, por baixo de tudo isso aí que você vê, um conjunto de procedimentos monstruosamente eficazes de desorganização da mente humana. De fazer com que as pessoas percam todo o contato com o seu ‘verbo mentes’ e com as suas intuições sensíveis mais diretas. As pessoas não conseguem mais dizer o que estão vendo, não conseguem mais dizer o que estão sentindo, só conseguem dizer o que os outros querem que elas digam! Ou seja, é toda uma linguagem de chavões que vai se superpondo à expressão pessoal, até o ponto em que esta se torne inviável, impossível. E o sujeito pega um chavão que diz algo que ele nunca viu, algo que ele não sente, algo que nem poderia sentir e ele se apega àquela fórmula verbal como se fosse a palavra de Deus, como se fosse a própria realidade. … se você quer derrubar o estamento burocrático, você não pode se transformar nele!

COF 13.05.2017

Consciência das multidões

A falsidade louca de uma ideia jamais foi obstáculo ao seu sucesso político. Enquanto os liberais e conservadores discutem economia, criando esquemas saudáveis e racionais que jamais serão levados a pratica, os esquerdistas, a salvo de qualquer fiscalização critica da parte de seus adversários, inventam as mentiras e alucinações com que dominarão a consciência das multidões e conduzirão o processo histórico para onde bem entendam com a facilidade com que um menino puxa um búfalo de uma tonelada pela argola do nariz.