21/2/2017

*

 

*

*

Follow the money:

*

A melhor maneira de fazer um sujeito parecer agressivo é agredi-lo constantemente.

*

O paralelo que o novo prefaciador da “Filosofia da Crise” traça entre a obra de Mário Ferreira dos Santos e a Enciclopédia de Diderot é com certeza a coisa MAIS IMBECIL que já li sobre o filósofo paulista. A É-Realizações especializou-se na arte da incultura embonecada, e não hesita em instrumentalizar para esse fim a memória do maior filósofo brasileiro de todos os tempos.

*

João Cézar de Castro Rocha, quaisquer que sejam os seus méritos em outros domínios, que eu seria o último a negar, não tem A MENOR QUALIFICAÇÃO para ser expositor de Mário Ferreira dos Santos, mesmo porque o pensamento deste é inalcançável sem uma sólida formação escolástica que falta por completo a esse prefaciador. O tom de condescendência acadêmica com que ele fala do “philosophe” (sic), nivelando-o aos beletristas revolucionários do século XVIII, expressa apenas a INFERIORIDADE INTELECTUAL MONSTRUOSA dos círculos acadêmicos paulistas, que, após terem fracassado em compreender mesmo de longe o alcance da obra do Mário, tentam agora apossar-se dela como patrimônio seu, glorificando-se na mesma medida em que, do alto do Olimpo em que imaginam residir, jogam elogios ao filósofo com a parcimônia de quem atira migalhas aos cãezinhos. Já dizia Leibniz: “Elogiar sempre com moderação é sinal de espírito mesquinho.”

*

O traço mais desprezível no que ele escreve sobre o Mário é a sua insistência de papagaio mecânico no “topos” uspiano do contraste entre o “rigor” acadêmico e a liberdade anárquica do mero “ensaísmo”. Pois o que caracteriza a obra do Mário é justamente o seu DOMÍNIO TÉCNICO de questões filosóficas que escapavam e escapam ainda à compreensão de meros beletristas treinados na arte de macaquear a linguagem do academismo francês.

*

Parafraseando o que Aristóteles disse de Platão: Mário Ferreira dos Santos é um pensador tão imenso e nobre que nenhum medíocre tem o direito de elogiá-lo.

*

A pedra que os construtores rejeitaram NÃO DEVE tornar-se a chave de abóbada de um puteiro chique. Esquecida no chão, ela conserva mais dignidade.

*

Sugestão aos meus alunos: simplesmente NÃO COMPREM essa edição.

Pedro Henrique Medeiros Se for um presente ganhado, arrancar as páginas do prefácio seria suficiente?
Olavo de Carvalho Mas não as use para limpar o cu.

*

Comparar a “Enciclopédia” do Mário com a coleção “Primeiros Passos” da Brasiliense e fazer dele um precursor dos Três Patetas é o insulto MAIS BRUTAL que já se fez à memória do filósofo. A reputação intelectual do João Cézar jamais se refará dessa queda na iniqüidade.

*

Mais valeria, a título de prefácio, simplesmente reproduzir as duas páginas da Enciclopédia Filosófica do Centro di Studi Filosofici di Gallarate consagradas ao filósofo. Pelo menos o autor do verbete, Carlo Beraldo, sabia do que estava falando.

*

Alimentando-se até hoje do catálogo que laboriosamente criei para ela, e pelo qual não recebi jamais um tostão, a É-Realizações especializou-se em catar no lixo tudo quanto é anti-olavette disponível e compor com essa matéria-prima uma aparência grotesca de movimento cultural.

*

http://www.wnd.com/2017/02/americans-rally-for-impeachment-of-travel-ban-judges/

*

*

*

http://www.infowars.com/reddit-censors-pro-trump-content-in-new-crackdown/

*

Tudo neste mundo é relativo e escorregadio. Os franceses, que por tradição sempre foram muito mais anti-semitas que os alemães, nunca pegaram o vício de matar judeus.
Pensar por estereótipos é o maior dos crimes do espírito.

*

Pelo menos nisto o Brasil foi pioneiro…

http://www.infowars.com/college-writing-center-declares-american-grammar-a-racist-unjust-language-structure/

*

Xingar entre esgares de ódio, com trejeitos e cara de doido, às vezes é muito persuasivo. A imaginação da massa não chega a conceber que alguém possa odiar sem motivo, e chega invariavelmente à conclusão de que o xingado deve ser mesmo um mau sujeito.

*

Princípio fundamental da retórica contemporânea: Quando o seu adversário luta por uma causa justa, dê a ela o nome de alguma coisa feia e combata esta última sem jamais mencionar a primeira.

*

Os fascistas de antigamente tinham tropas de arruaceiros armados de porretes para bater nos seus adversários. Hoje você é chamado de fascista quando apanha de uma tropa de arruaceiros armados de porretes.

*

O dogma saussuriano-desconstrucionista de que a língua é um sistema fechado sem conexões com a realidade é o mais lindo pretexto que já se inventou para poder dizer qualquer coisa sem a menor conexão com a realidade.

*

Se as palavras não significam senão palavras, a diferença entre mentira e verdade se torna irrelevante.
Ou até inapreensível.

Ana Caroline Campagnolo Professor Olavo de Carvalho, assista minha fala na Câmara, em Brasília, sobre aquele assunto que contei uma vez:

https://www.youtube.com/shared?ci=7ge2t1Hz3zE

Olavo de Carvalho Já assisti e aplaudi.

*

No meio da adolescência, me vi sozinho no mundo, tendo de lutar pela vida e sem ninguém por perto em quem pudesse lançar as culpas. Tive de me virar como uma lontra na água e pular como dez mil cabritos, mas foi a melhor coisa que me aconteceu. Enquanto isso, meus colegas de geração mais afortunados se congelavam num vitimismo do qual acabaram por fazer uma norma de vida e uma profissão.

*

“Carrega a tua cruz”: Não há mandamento mais negligenciado e desprezado. Quase todas as pessoas que conheço, inclusive as melhores, baseiam o seu equilíbrio psíquico num permanente discurso interior de autodefesa que as imuniza contra o sentimento de culpa, impedindo-as de enxergar os seus pecados mais óbvios — fora, é claro, do domínio sexual, onde o temor da maledicência funciona eficazmente como um “Ersatz” de consciência moral.

Nat Prado Que é ersatz?

Olavo de Carvalho Um substitutivo inferior, um sucedâneo, uma cópia vagabunda.

*

Ninguém comete um adultério sem perceber, mas a ingratidão a um benfeitor — um dos cinco “pecados que bradam aos céus” — é docemente insensível.

Gustavo Costa Quais seriam os outros quatro pecados, profesair Olavo de Carvalho?

Olavo de Carvalho 1º Homicídio voluntário;

2º Pecado sensual contra a natureza;

3º Oprimir os pobres, órfãos e viúvas;

4º Negar o justo salário aos que trabalham.

 

*

Nada mais fácil do que envergonhar-se de pecados que a vizinhança enxerga. Mas no Juízo Final os que vão pesar mais são aqueles que só Deus enxergou, aqueles que você escondeu tão bem dos seus próprios olhos que jamais chegaram a atormentá-lo nem mesmo por um segundo.

*

A consciência moral usual não passa de um aglomerado de temores, preconceitos e subterfúgios. A consciência genuína só surge quando você começa a pedir insistentemente a Deus que lhe revele os seus pecados.

*

Pierre Boutang, que admiro cada vez mais, é um escritor dificílimo sem jamais ser obscuro. Tudo o que ele escreve é de uma claridade esplêndida, mas tão carregado de alusões literárias que para compreendê-lo é preciso um mergulho de décadas na história e na cultura da França. Não creio que ele jamais venha a ser lido fora do seu país natal.

*

Não digam que eu não tenho cultura de massas.

http://cyber-breeze.com/quiz-probably-cant-name-classic-actor-single-old-photo/

*

Quando os mortadelas do Soros clamam pelo ingresso de mais imigrantes ilegais, não é porque não sabem o que está acontecendo na Suécia, na Alemanha e na França. É porque QUEREM, DESEJAM ARDENTEMENTE QUE A MESMA COISA ACONTEÇA NOS EUA.

*

CADA autor publicado pela É, com exceção do padre gay e dos treinadores de RPG, está nos planos que fiz para a editora quando da sua fundação.
O Edson Manoel de Oliveira Filho era um jovem pé-rapado que aparecia nos meus cursos pedindo um espaço para montar a sua banquinha de livros.
Depois, por intercessão da sua sócia e minha então aluna Soraya Malafaia Gomes, ajudei-o a montar a editora, compondo o seu catálogo — com autores que ele não somente desconhecia mas seria incapaz de ler — e direcionando a ela todo o meu público de alunos e leitores, sem o qual a empresa não duraria dois dias.
Os autores brasileiros que constavam do catálogo, não apenas indiquei, mas apresentei pessoalmente ao Edson, recomendando como editor o ilustre desconhecido.
Na primeira oportunidade ele deu um pé na bunda de Soraya — que por motivos insondáveis tem raiva DE MIM até hoje — e outro na minha própria bunda.
Ecce homo.

Matheus Andrade Professor Olavo de Carvalho a Vide Editorial têm alguma relação com o senhor?Ela é sua ou de um conhecido seu?
Olavo de Carvalho A Vide é outra coisa. O Cézar Kyn e sua esposa Adelice são gente fina.

*

Finda essa etapa, o Edson decidiu tornar-se uma ilustração viva do ditado “Perdoamos aqueles que nos prejudicam, mas não aqueles a quem nós prejudicamos”. Passou a arregimentar cada anti-olavette que encontrava no lixo e a compor com eles um simulacro grotesco de movimento intelectual.
O João Cezar nunca foi um anti-olavette, mas, submetendo-se ao ridículo de pontificar sobre um autor que não entende, colaborou ingenuamente com a operação.
A edição É da “Filosofia da Crise” é um monumento à incultura paulista chique.

*

Eu jamais contaria essas coisas se o único prejudicado nessa história toda fosse eu mesmo. Mas permitir, quieto, que essa escória emporcalhe a memória do Mário Ferreira dos Santos está acima do meu nível de tolerância.

*

O Brasil é uma máquina onde entra uma obra de arte e sai um toco de bosta.

*

A vida intelectual paulista consiste em tocar punheta sem pinto nem mão.

Paulo Ramiro Madeira Prof. Olavo de Carvalho , o Sr. conhece a obra do filósofo Leonardo Polo ?
Olavo de Carvalho Sim. Homem competentíssimo.

*

A consciência de culpa — a cruz — é a espinha dorsal do ser humano. Ninguém fica de pé sem carregá-la.

*

Os 33 ossos da sua espinha dorsal são os 33 anos da vida de Nosso Senhor Jesus Cristo.

*

19/2/2017

Quando atacado por um radical islâmico, ameace-o com uma salsicha. Ele não tocará em você.

*

No Brasil, as intenções de um autor, o sentido último ou a articulação interna da sua obra pouco importam. A imagem que ele projetará sobre o público será sempre aquela que dele pintaram os que não o leram jamais ou, na melhor das hipótese, que o leram só em amostras minimalistas colhidas a esmo. No meu caso, felizmente, essa imagem não é única nem coerente. Só nas últimas semanas fui retratado como “reacionário inteligente” e como “socialista fabiano” (sem contar as inúmeras catalogações anteriores). Sorte minha. Mais vale passar à História como um paradoxo e um enigma do que sob as feições congeladas e definitivas de um engano irreparável.

Rafael Mekaro Professor, nunca li, mas sempre achei estranha a crítica contra Paulo Coelho. Procede?
Olavo de Carvalho Faz tanto tempo que não penso nisso, que nem lembro qual a minha opinião a respeito.
*
Ideologia as pessoas tinham no tempo do dr. Emir Sader. Na era do Arruinaldo, só têm manias e ranhetices.
*
Bons tempos aqueles em que, no dito célebre de Charles Péguy, tudo começava como mística e terminava como política. Hoje tudo começa como dor de corno e termina como dor de barriga,
*
O povão ainda é a maior força do Trump.
16797685_10154986826082192_8478018795853812725_o
*
No meu modesto entender, quem não existe é o Bergoglio.
16864634_10154986835052192_7038001890917333804_n
Rafaella Gappo Eu até achei que fosse uma página de comédia satirizando, mas a notícia real.
Olavo de Carvalho Parece coisa do Joselito Müller.
Wendell Vox Olavo mas afinal, você vai acreditar no seu entender ou no que o “papa” esta lhe falando?
Olavo de Carvalho Não sei se ele é o Papa.
*
*
Desde que os conservadores americanos se recusaram a reagir em massa quando um sujeito se elegeu presidente com documentos falsos, tudo o que sofreram em seguida foi justo e merecido. Quando você fica inibidinho diante da cara-de-pau do seu inimigo, você já está realizando a profecia de Rimbaud: “Par délicatesse j’ai perdu ma vie”.
*
Já pensaram o que aconteceria se na II Guerra os governos ocidentais se recusassem a dar abrigo preferencial aos refugiados judeus, alegando que isso seria discriminação religiosa? Pois agora estão fazendo a mesmíssima coisa com os cristãos que fogem dos países muçulmanos.
*
O Rex Tillerson é mais prudente do que o Trump: antes de interferir na política exterior, está se livrando da escória doméstica:
*
No Brasil, dizer que um sujeito é inteligente é o melhor pretexto para não prestar atenção ao que ele está dizendo.
*
Se eu fosse o Trump, nada faria nos primeiros meses de governo exceto assinar demissões e ordens de prisão.
*
As palavras que as pessoas importantes no governo americano mais precisam ouvir são: “You’re fired.”
*

18/2/2017

Políticas liberais e socialistas existem, seria estúpido negá-lo, porém ainda mais estúpido é imaginar que o quadro político inteiro de uma nação — ou, pior ainda, do mundo — possa ser descrito com esses dois conceitos apenas. Mesmo dentro de uma só corrente política, as relações entre seu projeto de poder, seu “projeto de sociedade”, seu discurso ideológico e suas variações táticas já são complexas e ambíguas o suficiente para inviabilizar qualquer descrição desse tipo. Creio que o próprio exemplo do PT ilustra isso claramente.

*

Antigamente eram as mulheres, quando levavam um safanão, que xingavam os homens de “brutos”. Nunca esperei viver o bastante para ver um homem chamar uma mulher de “bruta”. Só podia ser mesmo o Arruinaldo Azevedo falando da Joice Hasselmann. Os tempos realmente mudaram.

Eu não estou preparado para viver nesta época.

Estou começando a achar que a ideologia de gênero tem alguma razão de ser.

*

Maravilhas da imigração em massa:

http://www.wusa9.com/news/local/gang-recruiting-seen-as-early-as-elementary-school/409171264

*

Antigamente eram as mulheres, quando levavam um safanão, que xingavam os homens de “brutos”. Nunca esperei viver o bastante para ver um homem chamar uma mulher de “bruta”. Só podia ser mesmo o Arruinaldo Azevedo falando da Joice Hasselmann. Os tempos realmente mudaram.

Eu não estou preparado para viver nesta época.

Estou começando a achar que a ideologia de gênero tem alguma razão de ser.

*

A campanha anti-Trump “Um Dia Sem Imigrantes”, que prometia sacudir até o último alicerce da presidência americana, passou e ninguém percebeu.

16681472_10154984159302192_75186679549335560_n.jpg

*

Se eu quisesse fazer uma mulher perder definitivamente o respeito por mim, eu diria a ela estas palavras imortais do Arruinaldo Azevedo: “Eu não gosto de você. Você é bruta.”

“Não gosto mais dela. Ela só quer o meu corpítcho.”

Eu não diria “Você é bruta” nem mesmo à Lola Barangovitch.

Talvez nem mesmo ao Maestro Bagos.

*

Tem uns fulano aí se queixando da loira do banheiro:
— Ela me USOU.

*

Não há atitude mais porca, no jornalismo, do que apelar a rotulações políticas em conflitos pessoais. Quando tenho de chamar um filho da puta de filho da puta, não digo, em vez disso, “socialista fabiano”, “comunista” ou “extremista de direita”.
O estilo é o homem. Às vezes é o meio-homem.

*

Quando você me xinga, isso não é uma ofensa ao Estado democrático de direito, nem à dignidade da espécie humana, nem à religião cristã, só à minha pessoa. Por isso, ao revidar, não me escondo por trás dessas nem de quaisquer outras nobres instituições. Mando você tomar no cu sob minha própria e exclusiva responsabilidade pessoal.

17/2/2017

Contribuição do Josias Teófilo:

http://www.motor24.pt/lifestyle/110-anos-ainda-fuma-charuto-guia-velha-pick-up/

*

“The left counts on conservative voters being too proper, too restrained by our own morality, too fond of peace and order to respond in kind. This is classic Saul Alinsky. (Rule No. 4: ‘Make the enemy live up to its own book of rules.'”
Laura Hollis, no WND

*

http://www.valor.com.br/cultura/4872438/somos-um-pais-que-esta-deriva

Olavo de Carvalho A única resposta para isso é aquela do cidadão lisboeta quando um turista lhe perguntou se sabia onde ficava o Convento dos Carmelos: “Ó raios, e quem é que não sabe?”

*

Por mais vasto, complexo e intelectualmente responsável que seja o seu pensamento, sempre haverá nele uma frasezinha ou outra que, ouvida de longe, se pareça com alguma idiotice em circulação e que, por isso mesmo, atrairá o ódio dos que são partidários da idiotice oposta. Partindo desse indício, eles tratarão de encontrar novas provas contra você no seu círculo de amigos facebookianos, na sua família ou naquilo que imaginam ser o seu extrato bancário. No Brasil, isso pode até dar origem a algumas carreiras universitárias ou a um futuro brilhante no jornalismo.

*

AVISO: AMANHÃ, 18 DE FEVEREIRO, AULA NORMAL DO COF.

*

Alvim Neto Professor, desculpe-me por incomodá-lo mais uma vez. Um amigo meu, que inclusive foi quem me apresentou ao trabalho do senhor, pediu para que eu perguntasse ao senhor se poderia indicar para ele algum estudo sério que reúna informações sobre o Reino dos Céus, ao menos tão bom quanto o livro “Inferno”, escrito pelo Monsenhor de Ségur. Ele está querendo ler tudo sobre o assunto. Aguardo uma resposta. Mais uma vez, muito obrigado pela generosidade e disponibilidade. Fique com Deus. Um forte abraço.
Olavo de CarvalhoExperimente os livros do Pe. Gonzalez Arintero.
*
Na parte de fuzis da II Guerra, só faltam um japonês Arisaka e um francês Lebel.
*
Comigo esse negócio de Alinsky não funciona. No meu livro de regras não há nenhum preceito que me proíba de chutar o seu cu.
*
Sinto muito, mas as lições de boas-maneiras que recebi na infância foram muito deficientes.
*
Quando você fica véio, ninguém mais tem coragem de mandar parar os seus desvarios. Velhice é libertação. Vejam só: na minha coleção de armas antigas, acrescentei um revólver inglês Webley, que era a arma do Dr. Watson, e agora estou comprando — por 80 dólares — um revólver belga “Bulldog” igual ao do Sherlock Holmes.
*
Na parte de fuzis da II Guerra, só faltam um japonês Arisaka e um francês Lebel.
*
*
Bergoglio não merece obediência nem respeito. Está cada vez mais difícil acreditar que sua eleição tenha sido válida.
*
É público e notório que o sen. John McCain recebe dinheiro do George Soros. Mas não começa aí a história do mais barulhento inimigo do Trump no Partido Republicano:
Olavo de Carvalho Ele é o equivalente republicano do John Kerry: http://www.olavodecarvalho.org/semana/040208zh.htm
*
A proteção estatal aos criminosos, somada ao desarmamento forçado da população civil, já assumiu no Brasil as proporções de um GENOCÍDIO DELIBERADO.
*
Bergoglio é simplesmente um mentiroso, um canalha em toda a linha.

16/2/2017

*

Poucos dias antes de sair da presidência, o Obama expandiu os poderes dos serviços de inteligência. Agora eles retribuem o favor.

http://www.infowars.com/deep-state-resistance-spies-withhold-intel-from-trump-says-wsj/

*

“Comedians are now the Democratic Party’s brain trust.”
Daniel Henninger, no Wall Street Journal

*

Há décadas venho dizendo que a esquerda, ao aderir às reivindicações hedonistas pequeno-burguesas e ao lema da abolição das fronteiras, se tornou o melhor instrumento do grande capital globalista e virou as costas aos interesses da classe trabalhadora. Agora já são três os filósofos franceses que, por motivos variados, dizem a mesma coisa: Jean-Claude Michéa, Alain Soral e Charles Robin — os três ex-comunistas.
Quem sabe a taba tupiniquim acredita neles, pelo menos.

*

Tal como em 1993, a Nova Era e a Revolução Cultural ainda vivem cenas de tórrida paixão.

*

Tal como escrevi tempos atrás, a esquerda não consegue construir a porra do socialismo, mas consegue transformar o capitalismo num inferno.

*

Pergunta proibida: Em que é que a defesa de imigrantes muçulmanos que vivem da previdência social ou de transexuais que querem fazer pipi no banheiro das moças pode beneficiar a classe trabalhadora?
Hoje em dia, SÓ os conservadores e nacionalistas estão do lado dos trabalhadores. A esquerda, chiquérrima, empina o narizinho e rotula isso de “populismo”. Ou “fascismo”.

*

Donald Trump tem diante de si o mesmo desafio que Ivan o Terrível e Dom Afonso Henriques, fundador de Portugal, venceram brilhantemente: apoiar-se no povão para subjugar a elite. Ou faz isso, ou morre.

*

Podem dizer o que queiram do Bolsonaro, mas alguém duvida de que, para os trabalhadores, ele seria um presidente melhor do que FHC, Lula e Dilma?

*

No Brasil, esta é a hora de adiar as divergências e concentrar todas as correntes de direita num objetivo único: acabar com o desarmamento civil.

Eu não disse “superar”. Disse apenas “adiar”.

*

http://www.infowars.com/over-9000-people-sign-petition-urging-trump-to-expel-soros-from-us/

*

“You had to know this was going to happen, and it did, in Scotland. An imprisoned man who identifies as a woman got transferred to a women’s prison, only to be transferred to a men’s prison because he was having sex with the female inmates. Welcome to the world of transanity.”
Michael Brown, no WND.

*

Complementando o que foi dito sobre a aliança entre esquerda e globalismo. Jean-Claude Michéa observa que, a partir do momento em que a esquerda assumiu como sua missão principal a defesa das “minorias excluídas”, o proletariado, que por definição está integrado no “sistema”, passou automaticamente a ser visto como parcela da “maioria opressora”.
Certíssimo. Imagino que, quando algum George Soros, nos anos 70, leu Herbert Marcuse, deve ter tido uma instantânea fulguração intuitiva:
— É a nossa chance de fazer essa putada trabalhar para nós.
Por isso é que hoje o proletariado, jogado na lata de lixo da História, vota em Trump, Nigel Farage, Marine Le Pen e Bolsonaro.

*

16730263_10209936227775884_6945370146227396693_n.jpg

*

Parece alguém que eu conheço…

*

Na mídia nacional, o único editor de notícias em que eu acredito é o Joselito Müller. Os outros só fazem gozação.

*

E por que liberar só a exibição do sangue menstrual? Por que discriminar os cocôs?

P. S. – Não sei se o Gilberto Dimenstein recebe subsídios do George Soros, mas que merece, merece.

16641114_10154978477807192_8835457437190547432_n.jpg

*

O charco está mais perto do Trump do que ele imaginava:

http://www.infowars.com/report-muslim-sympathizers-at-cia-behind-trump-leaks/

*

Ontem nasceu mais um bebê da Isabela. Saúde e força para a mãe, o pai e o menino.

*

Leitura essencial:

http://www.infowars.com/5-ways-china-is-igniting-a-coup-against-trump/

*

Aquele que sabe o que é uma atitude de gratidão e reverência perante a vida não acredita JAMAIS que algum benefício recebido, mesmo modesto, é um “direito”.

*

http://dailycaller.com/2017/02/16/wikileaks-releases-documents-on-alleged-cia-spying-on-french-presidential-candidates/

*

*

Aquele que cresceu e lutou sozinho aprende a contar apenas com as suas próprias forças e a avaliar com modéstia e prudência a autoridade que possa exercer sobre os outros. Inversamente, aquele que cresceu sob a proteção de uma família próspera, num meio social estável, não hesitará em impor uma autoridade que não se sustenta nele próprio, mas na ajuda que espera receber. Quanto mais mandão, mais pueril.

*

O que Lord Acton explica sobre a liberdade antiga e a liberdade moderna me leva a ser grato por esta última mas a admirar muito mais a primeira. A liberdade que um homem conquista por suas próprias forças é mais nobre e mais digna do que aquela que ele recebe de presente do Estado.

*

Toda a miséria moral moderna se condensa na expressão “direito a uma vida digna”, que anda na boca de todo demagogo. Não há nada mais indigno do que receber a própria dignidade como um dom oferecido por legisladores venais.

*

O George Soros está persuadido de que a vida que ele leva não é ainda suficientemente digna dos seus méritos e direitos.

*

Direitos, o caralho. Você tem é muita cara de pau.

15/2/2017

http://www.infowars.com/soros-insider-banks-ending-cash-to-establish-world-government/

*

Isto é o que eu chamo de dar com a língua nos dentes:

http://www.infowars.com/hillary-clinton-mike-flynn-targeted-over-exposing-pizzagate/

*

http://www.truthrevolt.org/commentary/oreilly-talking-point-memo-stunning-display-dishonesty-media-and-radical-left

*

Quando o governo ou alguma mega-empresa diz que fez tal ou qual coisa “para a sua proteção”, quer dizer que pôs no seu cu com a nobre intenção de tampá-lo.

*

U. S. Code, Sec. 1324.

16807769_10154974818447192_8853866813619085042_n

14/2/2017

Não me lembro de nenhum racista branco ter sugerido jamais a completa extinção da raça negra. A recíproca NÃO É verdadeira:

http://www.wnd.com/2017/02/blm-leader-appears-to-call-whites-defects/?cat_orig=politics

*

Derrubar o Estatuto do Desarmamento será A MAIOR VITÓRIA DO POVO BRASILEIRO ao longo de toda a sua história.

*

O que importa é que as coisas dêem certo. Foda-se o mérito.

*

Em fins do século XIX, a ideologia imperialista estava no auge do sucesso. Dominar as nações atrasadas parecia o meio mais eficaz de espalhar o progresso e as luzes ao mundo todo. A sangueira geral de duas guerras mundiais desmoralizou essa ideologia, inspirando aos soviéticos — e também aos americanos, em escala menor — uma idéia genial: o imperialismo anti-imperialista. A fórmula era simples: dominar os povos mais pobres mediante o controle dos seus movimentos nacionalistas e anti-imperialistas. É como enrabar o sujeito a pretexto de proteger o seu cu.

*

Sou um homem realizado, vitorioso e feliz. Não preciso de reconhecimento nenhum. embora agradeça o que vem dos meus alunos e amigos.
Estou aqui como o Chico Anísio: “Gostou da piada? Leve e diga que é sua.”

*

Minha coleção de rifles antigos está melhorando. Consegui meu primeiro Mauser 98. Só não publico a foto para não ser bloqueado.

*

Coleção é coisa de véio lôco.

*

Parece que a idéia pegou:

https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2017/02/13/apos-dilma-movimentos-agora-querem-derrubar-estatuto-do-desarmamento.htm?cmpid=fb-uolnot

Caio Fonseca Bando de copião, quero ver admitirem que Olavo tem razão.
Olavo de Carvalho Caio Fonseca Não precisa. “Você pode conseguir tudo o que quiser, contanto que não faça questão de levar o mérito.” (Ronald Reagan)

13/2/2017

Contribuição do Pedro Henrique Medeiros:

16730390_10154966676262192_4946296656235399700_n.jpg

*

O Bergoglio diz que as mulheres não devem mais lavar louça. Eu também acho. Quem deve lavá-la é o Bergoglio. Já para a cozinha, malandro!

*

“I fancied myself as some kind of god … It is a sort of disease when you consider yourself some kind of god, the creator of everything, but I feel comfortable about it now since I began to live it out.”
{GEORGE SOROS)
Read more at http://www.wnd.com/…/a-novel-idea-revoke-george-soros-cit…/…

*

Não é lindo? “imaginar-se Deus é uma doença, mas agora eu me sinto confortável com isso, DESDE QUE COMECEI A VIVÊ-LO.”

*

A simples lei natural reserva aos homens as tarefas mais pesadas e de risco, e às mulheres as mais leves e (do ponto de vista dos homens) tediosas. Quem não entende nem isso não pode entender nada de nada.

*

Sim, é claro, lavando louça as mulheres não vão conseguir nada. Que deixem isso para os homens. Elas têm mesmo é de carregar sacos na estiva, tourear uma britadeira, martelar ferro na forja e curtir as delícias de manejar uma picareta no fundo de uma mina de carvão.

*

Repito: George Soros é Deus e Bergoglio é o seu profeta.

*

No Evangelho do Bergoglio, Nosso Senhor e S. José ficavam só lavando louça, enquanto a Santíssima Virgem serrava vigas, lixava sarrafos, pregava tábuas e de vez em quando levava uma martelada no dedo.

*

Não consigo respeitar o Bergoglio, já não digo como Papa, mas como simples homem adulto. Esse sujeito não passou da adolescência.

*

Não consigo sequer odiá-lo. Ele é ridículo demais para isso.

*

Nem o pessoal de Hollywood se prosterna tão descaradamente ante o evangelho da mídia.

*

O Soros é odioso, mas o Bergoglio é apenas patético.

*

Não sei se o Trono de Pedro está vacante — deixo isso aos teólogos. Mas espero sinceramente que esteja.

*

Evitando discussões fúteis: Excetuadas as limitações corporais e as disposições sacramentais da Igreja, NÃO EXISTEM trabalhos “tipicamente masculinos” ou “tipicamente femininos”. Mas lavar louça ou roupa é trabalho braçal e só pode ser comparado com outros trabalhos braçais.

*

Em qualquer exército do mundo, o teste de aptidão física é mais brando para as mulheres. Estaria isso errado?

Leandro Steele Na guerra, as balas que voam e que matam não fazem distinção entre homens e mulheres. Na hora de carregar um companheiro ferido nas costas, um cara que pesa 90 quilos, correndo desabaladamente, não importa se é homem ou mulher. Tem que correr. Acho errado abrandar o teste físico para mulheres. Afinal, a profissão do militar é a guerra.
Olavo de Carvalho Mesmo com o teste mais brando, a maioria não passa. Se o teste fosse o mesmo, simplesmente não haveria mulheres nas forças armadas.

*

Sem homens que a protejam, a arrogância feminista acabaria em uma semana.

*

Uma mulher poderia fazer o meu serviço? Poderia. Ah, como eu gostaria que fizesse!

*

Quando a decência tornou-se cinismo, é preciso esculhambá-la impiedosamente para restaurar a mera possibilidade da vida moral. Reverências e salamaleques ante o fingimento cínico são culto prestado a Satanás.

*

Não adianta me dizer que mulher pode ser boa sniper. É claro que pode. Sniper, por definição, fica longe da encrenca.

Olavo de Carvalho No meio da porrada, habilidades de sniper não servem para coisa nenhuma.
 Olavo de Carvalho Paula Felix Napoleão ensinava: “Entre a esperteza e a força, a força sempre vence.”
*
O homem, se quiser, pode deixar todo o trabalho pesado para a mulher e ficar só vendo futebol na TV e coçando o saco. E a mulher, se quiser, pode deixar a louça para o marido lavar enquanto ela transa com o vizinho. Mas nem tudo o que se pode convém.*”Entre a esperteza e a força, a força sempre vence.”(Napoleão Bonaparte)
*
Vi uma vez a luta entre Floyd Patterson e o campeão mundial de judô. Foi assim: o Patterson deu UMA porrada, o japonês saiu voando. Acabou a luta.
*
Meu professor de artes marciais, Michel Veber, ensinava mil e um truquinhos. Mas eu sabia que tudo aquilo só funcionava porque ele era forte como três cavalos.
*
A melhor técnica de luta é um tacho de proteínas.
*
O Michel Veber era de um realismo atroz. Ele começava o curso assim:
— Lição número um: Fugir.
— Lição número dois: Antes de aprender a bater é preciso aprender a apanhar.
*
Outro professor de artes marciais, meu caríssimo amigo William Kawasaki, ensinava:
— O segredo da vida é comer bem, dormir bem, trepar bem e esquecer bem.
*
Outra lição do William Kawasaki:
— O que dá azar não é gato preto, não é macumba, não é passar embaixo da escada. O que dá azar é GENTE.
*
Devolva a uma feminista a brutalidade masculina que ela imita tão bem, e ela logo chamará um meganha de dois metros para protegê-la.
*
As mulheres são mais fortes que os homens: seus gritos de socorro atraem mais gente.
*
A mais bela qualidade das mulheres é que, ao contrário da maioria dos machões, elas não acham que bondade é veadagem.
*
Como diria o Silvio Grimaldo : Expropriação cultural:
*
Contribuição do Mauro Araújo Do Nascimento:”As pessoas que dizem que nem tudo se resolve na força, é porque geralmente não têm força suficiente pra resolver.”(Hue)
*
No ginásio eu tinha um amigo enorme e gordo, meio lerdo de percepção. Faziam-no de trouxa nove vezes, na décima ele dava umas porradas e estava tudo resolvido. Ele era tão forte que não precisava ser esperto. A força (fortaleza) é uma das virtudes cardinais. A astúcia não é.

 

16716335_10209908197195137_2058240283469626881_o

12/2/2017

*

Se vocês querem dar uma força à distribuição do filme “O Jardim das Aflições”, é fácil. Curtam a página https://www.facebook.com/ojardimdasaflicoes/?fref=ts

*

Os meninos foram hoje para a Disneilândia, com a mãe. Fui à casa deles desejar boa viagem. Na foto, tento convencer o Jack de que fumar não é para crianças. (Foto Josias Teófilo)

16729517_10154963386662192_5406565792973869938_n

*

Saindo do Texas de Brazil, com a barriga repleta de churrasco brasileiro. (Foto Josias Teófilo)

Olavo de Carvalho Josias es fueda.

16715989_10154963405397192_1735962578126990947_o

*

Donald J. Trump está tentando plantar a semente boa antes de erradicar as pragas e parasitas. Isso é LOUCURA.

*

Coloquei na página do Donald J. Trump:

Mr. Trump looks to be sowing the good seed before destroying the parasites. It cannot work. Illegal immigrants are far less dangerous to the United States than the LEGAL immigrant George Soros.

*

Excetuando a Bíblia, Platão e Aristóteles, qual o livro MAIS IMPORTANTE que já li em toda a minha vida? Voto, sem pestanejar, em “La Evolución Mistica” do Pe. Juan Gonzalez Arintero. A maior prova da indolência espiritual moderna é que esse livro não esteja traduzido em todas as línguas do mundo. É que as pessoas não querem mais Deus. Querem “o sagrado”, “a espiritualidade” e outras frescuras.

*

“A tecnologia não suporta que a julguemos.” (Jacques Ellul)

*

“A escolástica, enquanto modo de conhecimento próprio da Universidade, afirma o primado da investigação por meio da livre
discussão. O período medieval foi a idade por excelência das
oposições e das contradições, do ‘sic et non’, sabendo-se que essas oposições se situam no interior da universidade e não cessam de renascer, até mesmo quando uma autoridade interna ou externa é
chamada para dirimir o debate. Foi o nosso tempo que inventou o
conformismo totalitário com a sua ferocidade peculiar. A grande
época da Idade Média não se caracteriza de modo algum pelo
espírito de ortodoxia político-policialesca que continua a ser o
privilégio pouco invejável do século XX. Tal terrorismo,
paralisando o espírito da investigação livre, é a negação mesma
desta Universidade que a Idade Média inventou.”
Georges Gusdorf ( filósofo protestante), “L’Université en question”.

*

ISTO é sacanagem.

*

A caminho da Disneilândia, descobriram na estrada um Museu dos Brinquedos, que ninguém nem sabia que existia, e a diversão começou ali mesmo.

*

A idéia mais cretina que já passou pela cabeça humana foi a de que a ciência e a tecnologia iriam aumentar a liberdade humana. Elas só aumentam o poder dos que têm sobre os que não têm.

*

No meu modesto entender, todo cientista é cúmplice do totalitarismo até prova em contrário.

*

Jacques Ellul observa que para os transplantes é preciso órgãos saudáveis, livres de doenças. Onde encontrá-los? Só em vítimas de acidentes. Portanto, quanto menos gente morre em acidentes, mais gente morre por falta de órgãos. Admirável mundo novo.

*

Se alguém constrói uma casa num terreno de mil metros quadrados, paga imposto por mil metros quadrados. Se constrói ali um prédio com quatrocentos apartamentos, quatrocentas pessoas pagarão impostos por mil metros quadrados cada uma. Bom para o governo, né?

*

O custo social dos carros sem motoristas humanos e da economia sem dinheiro impresso será o mais alto que a humanidade já pagou por qualquer suposto benefício. Comparado a isso, o que tantos povos tiveram de pagar pelo crescimento econômico da Alemanha nazista e da URSS terá sido uma bagatela.

*

Por favor, traduzam isto o mais breve possível:

*

A maioria dos esquerdistas não se opõe ao bloqueio de imigrantes ilegais por achar que eles não são criminosos, mas precisamente porque sabe que eles o são.

*

“A tecnologia é um meio anormal de adaptar as pessoas a um ambiente anormal criado pela tecnologia.” (Jacques Ellul)

*

Já assinei

http://www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR97587

*

Quando o meu professor de matemática disse que um ponto não media nada e que uma reta se compunha de inumeráveis pontos, decidi que não iria mais estudar matemática nem por um minuto que fosse. Só voltei ao assunto aos trinta e oito anos de idade, depois que um banho de lógica aristotélica me imunizou contra o fascínio do absurdo.

*

Uma reta não “se compõe” de pontos nem aqui nem na casa do caralho.

Wladimir Caetano de Sousa Por não ter reeditado esse e o “Identidade e Univocidade”. Ser discípulo do senhor não é fácil. Fico puto todos os dias. Mesmo assim, te amo.
Olavo de Carvalho Wladimir Caetano de Sousa Você tem razão, O estado editorial dos meus trabalhos é a coisa mais caótica que já vi depois da cabeça do Richard Dawkins.
*

Creio ter matado essa questão no estudo “Questões de simbolismo geométrico”, que nunca mais reeditei, intelizmente.

O pior é que depois houve um movimento dos alunos para expulsar esse professor, e o ÚNICO que defendeu a criatura fui eu.

*

Eu achava que ele era um excelente matemático. Só não entendia nada de um treco chamado “realidade”.

Thomas Dresch A chave do entendimento foi Leibniz, não foi?
Olavo de Carvalho Só li Leibniz depois disso. Foi Aristóteles mesmo.

*

Na página du Trump tem uma muié qui achô qui eu tava atacânu êli. É du caraiu.

*

Numa vida normal, o trabalho é uma sucessão de vitórias sobre as dificuldades do mundo. Mas, para a maioria das pessoas hoje em dia, é ele a dificuldade.

*

Meu velho amigo Luiz Pellegrini, que não vejo há anos, me ensinou uma coisa preciosa: “Fiz um acordo com Deus. Trocar as angústias por trabalho.”

*

Admito e confesso. O estado editorial dos meus trabalhos é a coisa mais caótica que já vi depois da cabeça do Richard Dawkins.

*

Não tenham a menor dúvida: os mesmos bilionários globalistas que financiam a invasão islâmica vão logo começar pagando atiradores fantasiados de nazistas para matar um muçulmano aqui, outro ali, e dar a toda resistência anti-jihadista os ares de crime hediondo. Parece que já começaram a fazer isso.

*

Os antigos “rebeldes sem causa” agora têm uma: estão lutando contra… o nazismo. Coisinha mais linda.

*

Cá entre nós, que ninguém nos ouça: contra o Führer, até eu sou valentão depois que ele meteu uma bala na cabeça.

*

O mundo de hoje é o final de “High Noon”: depois que o xerife Will Kaine deu cabo dos bandidos sozinho, todo mundo vem ajudar.

*

A coisa mais impressionante do mundo é a quantidade de heróis do antinazismo, que se tornam tanto mais numerosos quanto mais tempo decorre desde a derrota do nazismo.

*

O nazismo é tanto mais odiado quanto mais distante, metafórico e evanescente ele se torna.

*

Quando vejo os moleques assanhados na rua gritando slogans antinazistas, pergunto-me por que não combatem logo Napoieão Bonaparte, Átila o Huno ou Gengis-Khan.

*

Nossos liberais são tão idiotas que bastou o deputado Bolsonaro falar em “Estado cristão” — aliás num sentido vago e não como proposta política formal — para que alguns deles já saíssem gritando “Fascismo!”. Como se fosse concebível um Estado fascista que aceitasse uma autoridade acima dele próprio.

*

É o xingamento mais barato que existe.

*

O mais gostoso de ficar xingando as pessoas de fascistas é que não existe no pedaço nenhum fascista de verdade para exclamar que isso não é xingamento e sim elogio.

*

Fascistas de verdade, tanto na direita quanto na esquerda, existem, mas são raríssimos e ninguém lhes dá a menor atenção.

*

A política que mais se aproximou do fascismo, no Brasil, foi a do governo Getúlio Vargas, tão escassamente ortodoxo, nisso, que enviou o nosso Exército para combater o nazifascismo na Europa.

*

Com tantos belos palavrões no vocabulário pátrio, para quê xingar as pessoas de fascistas?

Nando Castro Dá alguns exemplos aí pra ajudar a gente, professor!
Olavo de Carvalho Já gastei todos.

*

Usar os nomes das correntes políticas como meros xingamentos dá nisso.

*

Quando o conservador e o liberal, cedendo à hegemonia lingüística do inimigo, o chamam de fascista, acreditando com isso roubar-lhe espertamente o artifício retórico, nada mais fazem senão ajudá-lo a impor o espantalho fascista como imagem do pior dos males, adoçando por tabela o gosto do comunismo.

*

Pensando bem, eu também vou combater o nazismo. Não custa nada, não oferece riscos e dá ibope.

*

No debate com o Prof. Duguin, expliquei que o individualismo e o coletivismo, portanto os argumentos maiores respectivos do capitalismo liberal e do socialismo, não são antagônicos, mas solidários e complementares. Sem o pressuposto liberal de que o ser humano é eminentemente uma individualidade natural voltada à satisfação de suas necessidades e prazeres materiais, a promessa socialista de fornecer essa satisfação por meios coletivistas não faria o menor sentido. Isso sempre foi claro desde o princípio, mas nunca tão patente quanto hoje, quando o clamor esquerdista já não enfatiza tanto as necessidades econômicas quanto o suposto direito à satisfação de todas as fantasias sexuais mais arbitrárias e idiossincráticas, assim como à proteção estatal contra tudo o que contrarie as presunções de um narcisismo pueril.

*

A julgar pelo que sai na grande mérdia, deve ser uma coisinha de nada…

*

 

 

Mais uma do Josias na saída do Texas de Brazil.

16602952_10154966408917192_607381710554187920_n

A cantora Joyce Villa provoca chiliques no Grammy:

16729308_10154966490187192_5202591199644807599_n

*

Até que enfim:

http://www.wnd.com/2017/02/patriotic-pushback-trump-fans-to-hold-spirit-of-america-rallies/

*

O ministro Luiz Roberto Horroroso quer descriminalizar as drogas. O melhor é criminalizar o ministro.

*