2.10.2018

*

Quando vejo quantas paixões da minha juventude se tornaram mocréias com o tempo e noto que a minha Roxane conservou a beleza e a inocência dos primeiros dias do nosso amor, só posso exclamar: Deus é grande!

Onde quer que apareça um sujeito apregoando um lindo ideal de sociedade, estará implícito na sua fala que para realizá-lo ele precisará do poder total. E aí, sacumé…

Voto no Bolsonaro porque ele promete resolver só um ou dois problemas e confessa que não entende porra nenuma dos restantes.

Candidatos que prometem resolver todos os problemas já vão logo pedindo o nosso cu como sinal de gratidão.

O que mais me chama a atenção no Bolsonaro: Nunca vi outro candidato presidencial com um programa tão modesto e realista — o oposto simétrico de qualquer totalitarismo.

Sem exagero: com três semanas do curso de “Conversação Clássica”, o Jack (quatro aninhos) já tem mais cultura do que o nosso ex-ministro da Educação e atual candidato presidencial Fernando É-Dado.

O maior prêmio que já recebi na vida é ver como os meus netinhos se amam e se ajudam uns aos outros.

Fumando um Mastro de Paja Cinque Terre com fumo preto, sinto que sou o Imperador das Américas.

43058746_10156618293567192_6616032614203523072_n.jpg

 

Anúncios