25.4.2018

A massa clama por uma autoridade central forte que controle as pretensões da elite. A elite clama por uma autoridade central forte que freie a ascensão do populismo. Nos dois casos a autoridade ganha e a liberdade perde.

Enquanto o povão conservador celebra a prisão do Lula, a agenda “progressista”, longe dos holofotes, vai colecionando novas e mais decisivas vitórias.

A massa difusa é como um touro que concentra suas energias na investida contra um pano vermelho. Só a militância organizada e treinada sabe atacar vários pontos ao mesmo tempo.

Num ambiente dominado pelo analfabetismo funcional, nenhuma ação tem alcance objetivo: tudo se perde num emaranhado de erros e frustrações.

Na medida em que, na esperança de evitar conflitos, se deixaram iludir pelo atrativo aparente de um antipetismo despolitizado, ideologicamente neutro e castrado, as forças liberais e conservadoras podem acabar é colocando na Presidência algum Joaquim Barbosa

O Joaquim Barbosa é o Foro de São Paulo no poder. So simple as that. Quem não enxerga isso optou pela menoridade eterna.

*

Para que surja um amor verdadeiro, é preciso que a imagem integral e concreta de um ser humano, tomado na totalidade do seu destino biológico, histórico e espiritual, se imprima na alma de outro ser humano. Não basta que a carne de um impressione a carne do outro. O impacto da imagem carnal provém exatamente de que ela é abstrata.

Quando percebemos que em geral os objetos das nossas paixões são abstrações e não realidades, é como se caíssemos das nuvens. E á só aí que podemos começar a caminhar.

O que hoje em dia se chama de “amar” consiste apenas num método de enviar o ser amado para o inferno pela via mais rápida possível.

*

O Joaquim Barbosa é o Foro de São Paulo no poder. So simple as that. Quem não enxerga isso optou pela menoridade eterna.

O moralismo apolítico, vício crônico da direita brasileira desde os tempos de Jânio Quadros, combate a corrupção dos políticos sem mencionar as ligações orgânicas dela com o Foro de São Paulo, com o narcotráfico e com o globalismo. Desvia a ira popular para voltá-la contra um fetiche de modo a que não toque nos males reais.

Eu não votaria em Joaquim Barbosa nem para secretário executivo adjunto do Clube do Bolinha.

*

Quando a cabeça não pensa, o cu é que padece:

OPEN BORDERS ADVOCATE ANALLY RAPED BY MIGRANT
Swedish woman said she hung out with suspects to prove she wasn’t xenophobic
Kit Daniels | Infowars.com – APRIL 24, 2018 882 Comments

*

O escarnecedor não respeita nem teme a admoestação solene, nem a correção fraterna, nem os argumentos ordenados, nem as invectivas ameaçadoras. Só uma coisa ele teme e respeita: o escárnio do escárnio.

*

Apanhou muito, pedaço de cu? Só se foi dos seus machos.

*

Vem aí:

31224445_10156235245697192_6877989358566598971_n.jpg

Os textos que venho lendo e comentando nas últimas aulas do COF formam o livro “A Marcha dos Abismos”, que também é uma parte da “Mentalidade Revolucionária” e, creio eu, estará pronto para publicação em três ou quatro meses.

Esclarecendo: Tudo o que tenho publicado nos últimos dez anos são fragmentos da “Mentalidade Revolucionária” que cresceram demais e adquiriram vida própria.

Anunciar um livro e escrever outro não é pecado nenhum. Só autores comerciais escrevem exatamente os livros que planejaram.

*

http://www.medethicsalliance.org.uk/press-release-alfie-evans.html

Anúncios