16.7.2017

*

No meu primeiro emprego de mídia, no antigo “Noticias Populares”, conheci o velho arquivista do jornal. sr. Liberto, militante anarquista histórico que chegou a conhecer os fundadores do movimento. Esse homem tinha mais cultura do que toda a esquerda reunida — e nem comparo com a direita de hoje porque seria sadismo.

*

Na esquerda, só conheci dois tipos com quem podia conversar seriamente sobre marxismo: o veterano jornalista Nabor Caires de Brito e o então estudante de Direito Roberto Negrão de Lima. Mas havia outros, com os quais não cheguei a conviver pessoalmente, como Carlos Nelson Coutinho, José Guilherme Merquior (era esquerdista na época) e Otto Maria Carpeaux, Comparada com a direita atual, a esquerda dos anos 60 era uma nova Academia de Platão.

*

A direita brasileira ainda está naquela fase pueril em que se imagina que “ação” é sair gritando na rua ou chamar a milicada. Para quem teve alguma experiência na militância esquerdista e sabe o que é luta política, isso é tão miserável que chega a arrancar lágrimas de piedade.

*

Dois anos e meio atrás escrevi, e repito:

7 de fevereiro. Durante quarenta anos a direita brasileira ficou quietinha no seu canto, intimidada e conformada com a “espiral do silêncio”. Ao ver o que seus autonomeados representantes dizem hoje na mídia, já não sei se libertei os escravos ou simplesmente destampei uma latrina.

*

Contribuição do Emílio José Plentz. (Nota – Robert Mueller, discípulo da teósofa Alice Bailey, é o criador do modelo educacional da ONU, hoje copiado em todo o mundo.) Sua mensagem é: EIN REICH, EIN GLAUBE, EIN FÜHRER.

19990040_10155459970767192_5000446928065477585_n

*

Até agora não vi na “direita” alguém tomar um sindicato, um partido, uma redação de jornal ou TV, uma diocese, uma universidade. Todos querem eleger logo um presidente — e entregá-lo aos lobos. E não param de me dar lições sobre a necessidade de “ação”.

*

Eis como a Wikipedia define “fé”:
— Faith is confidence or trust in a particular system of religious belief, in which faith may equate to confidence based on some perceived degree of warrant.
Procuro nos quatro Evangelhos e não encontro nada disso. Encontro só pessoas depositando sua confiança num INDIVÍDUO dotado de poderes inexplicáveis, cujos feitos miraculosos tinham PRESENCIADO, no mais das vezes sem nada saber de “sistema de crenças religiosas” nenhum.

*

Se Nosso Senhor Jesus Cristo tivesse apenas trazido um “sistema de crenças religiosas”, com ou sem garantias, Ele seria apenas o PORTADOR de uma Revelação, e não a própria Revelação em carne e osso.

*

Quando criança, cantando o hino da Igreja, eu exclamava junto com os outros meninos: “Queremos Deus!” Nunca nos passou pela cabeça querer “um sistema de crenças religiosas”. Deus, sim. O resto é conversa.

*

Se você pratica a religião, mas a define no sentido corrente, você tem apenas “um sistema de crenças religiosas”. Troque isso por um Deus de verdade e a coisa começará a funcionar.

*

Já vi hóstia virar sangue, mas nunca vi um “sistema de crenças religiosas” fazer isso.

*

Se você pega um livro de Platão ou Aristóteles e lê uma frase aqui, outra ali, acaba encontrando só contradições e concluindo que os autores são umas bestas quadradas. Tal é o método interpretativo usado por aqueles que acreditam conhecer o “pensamento do Olavo de Carvalho” por notinhas do Facebook.

*

Natalia Veselnitskaya, a advogada russa que, segundo a grande mídia, teria conspirado com Donald Trump Jr. para prejudicar a Hillary Clinton nas eleições, (a) foi admitida nos EUA ilegalmente pelo governo Obama; (b) tem uma longa folha de serviços prestados a políticos democratas; c) tem velhas relações de amizade com antitrumpistas notórios como John McCain; (d) não é funcionária nem agente do governo russo; (e) no encontro com Donald Trump Jr. não disse porra nenhuma contra a Hillary.
Que é que falta para concluir que ela foi plantada pelos democratas para forjar um escândalo?
A ciobertura do Infowars a respeito está excelente.

*

A regra infalível é: Quando os esquerdistas cometem um crime e você, por preguiça, covardia, oportunismo ou qualquer outra razão, se omite de denunciá-los à Justiça, logo eles denunciarão você por crime idêntico, semelhante ou pior, quer você o tenha cometido ou não.
O Trump está pagando caro por ter ignorado essa regra.

Eduardo Paiva Trump foi um dos que denunciou o quanto pode a fraude dos documentos do Obama.
Olavo de Carvalho Eu disse “denunciar à Justiça” e não apenas “denunciar”.

*

Se Jesus, em vez de ser Ele próprio a Revelação em forma de gente, fosse apenas o portador de um novo “sistema de crenças religiosas”, Sua vinda ao mundo não se chamaria Mistério da Encarnação e sim “Mistério da Segunda Edição”.

Não é pa mi gambá, mas acho que fiz a melhor piada cristã dos últimos dois milênios.

*

APELO URGENTE AO QUE POSSA RESTAR DE INTELIGÊNCIA NA CABEÇA DA DIREITA: A situação calamitosa do Donald Trump ilustra COM CLAREZA MÁXIMA o que acontece quando a direita elege um presidente antes de ter destruído a hegemonia esquerdista. Por isso é que considero totalmente insana a esperança direitista de salvar o Brasil pela via eleitoral sem quebrar antes o monopólio esquerdista da mídia e o poder absoluto do estamento burocrático.

*

Um escritor sozinho, com algum QI, pode quebrar uma hegemonia INTELECTUAL, isto é, o controle monopolístico das idéias circulantes. Como dizia o Soljenítsin, um escritor com recursos intelectuais suficientes é uma espécie de segundo governo. Mas se, depois que ele faz isso, ninguém prossegue o serviço destruindo ou neutralizando a hegemonia CULTURAL, isto é, o controle sobre a mídia e as instituições de cultura e ensino — coisa que nenhum ser humano poderia fazer sozinho –, mas em vez disso todo mundo se assanha logo para eleger um presidente ou dar um golpe militar, o perigo iminente é que nada mais resulta dos esforços dele exceto uma imensa ejaculação precoce.

*

A opção pela monarquia, ou qualquer outra, NÃO RESOLVE O PROBLEMA. A hora das soluções construtivas só virá depois de encerrado o “trabalho do negativo”, como o chamava Hegel, do qual trabalho, como acabo de explicar, só foi feito o primeiro capítulo, a abertura de um rombo na hegemonia intelectual, ao qual não se seguiu a destruição da hegemonia cultural, educacional e midiática, e sim o assanhamento eleitora; (ou intervencionista, que dá na mesma).

*

Pensei dia e noite no problema nacional dos vinte aos cinquenta anos, e tudo o que consegui fazer foi o começo do serviço, a abertura de um rombo na hegemonia intelectual. Aí vem neguinho, pensa no problema vinte e quatro horas e, incapaz de tomar sequer um sindicato ou uma escolinha, já cria na cabeça um novo modelo de Brasil a ser construído desde Brasília, seja por um presidente eleito, seja por um general-presidente, seja por um imperador. Isso é que é reduzir um sonho de amor a uma punheta solitária.

*

Por que, meu caralho, por que cada brasileiro acredita piamente que é uma exceção à queda do QI nacional médio?
Na minha modesta opinião, só pode acreditar razoavelmente nisso quem tinha pelo menos vinte anos de idade quando a queda começou quatro décadas atrás. Eu tinha trinta.

*

NOTA: Alguém me enviou um meme com a foto do Robert Mueller diretor do FBI e uma citação do Robert Mueller da ONU. A foto está errada, mas a citação é autêntica.

Walmor Grade Professor Olavo de Carvalho, foto e nome. O Robert S.MUELLER era o Diretor do FBI e o Robert MULLER era o Assistant Secretary-General da ONU.

*

Prêmio Nobel de Fofura:

— Segure a minha mão, que assim você não cai.

*

Um tal de Alfredo Marcolin Peringer, que é, como não poderia deixar de ser, um empresário liberal, veio aqui comentar um livro que DUAS VEZES ele chamou de “Os Jardins das Aflições”, provando que não leu nem o título, ou pior, nem viu a capa. Com base nesse profundo conhecimento da obra, ele imagina que critiquei Epicuro como libertino — coisa que nunca fiz — e passa a contestar o que não leu, ao mesmo tempo que, vejam só, me acusa — a mim e não a si próprio — de apelar contra aquele filósofo a “argumentos espantalho”, isto é, de criticá-lo por coisas que ele não disse.
Por fim, revoga os Dez Mandamentos, a aritmética elementar, o sentido da vida e o ADN, jurando que Deus não deu aos homens nenhum código fixo, apenas o critério epicurista do prazer e da dor, que, assegura, governa todas as suas condutas. Por fim, afirma que tudo isso é tremendamente científico e me dá uns tapinhas paternais nas costas, admitindo que, embora como cientista social eu seja uma besta quadrada, não sou muito ruim como filósofo.
Não vou bloquear o cidadão por ele não fez por mal.

*

O pastor que orava “Porra, Deus, abençoa nóis, caraio!” foi finalmente superado. Uns narcotraficantes evangélicos foram presos e ficaram na delegacia orando para Deus livrá-los da cana. Vejam na página do Yuri Vieira.

*

Acabo de gravar a conversa com o Stefan Molyneux. Não sei ainda quando vai ao ar. Avisarei em tempo.

Daniel France Stefan ta arrebentando no Youtube! Ora traz revisao de livros, ora escritores, ora comentaristas e toda a nata do Trumpismo. Enquanto isso, alguns ficam de intriguinha com internautas no facebook!
Olavo de Carvalho Se você acha mesmo que só o que conta são idéias, livros e autores, que as pessoas reais dos líderes ou pseudolíderes não pesam no conjunto, que falar deles é portanto somente intriguinha, é melhor você não dar nenhuma opinião sobre política pelos próximos vinte anos.

*

http://inliniedreapta.net/the-new-world-order-and-russias-…/

*

Vocês gostam de mim? Gostam, né? Então, por favor, Não me enviem mensagens inbox e não me convidem para ir a lugar nenhum.

*

Se o progresso econômico, em si, fizesse a fama de um presidente, o Trump já seria considerado um anjo do Senhor. Mas o que produz a fama não são os fatos brutos, e sim a IMAGEM deles na mídia dominante. Aquilo que ninguém sabe não influencia a opinião de ninguém.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s