26/4/2017

 

Os médicos disseram que antes de remover todos os coágulos da perna do Maurício não poderão tratar dos rins. Só daqui a alguns dias saberemos com certeza se o transplante será necessário.

*

Ou a fé é uma AÇÃO, uma OBRA, ainda que permaneça latente e interior, ou não é NADA. Dizer que a fé sem as obras salva é não dizer absolutamente nada. É uma afirmação impossível de contestar, pela simples razão de que não tem significado nenhum.

*

Isso não é teologia. É análise lógica, que Lutero era incapaz de fazer.

*

Quando S. Francisco cuidava dos leprosos, onde termina a “fé” e começa a “obra”? 
Mesmo que você defina a fé como mera crença, isso não resolve o problema. Nenhuma crença permanece na consciência o tempo todo, é preciso fazer algo para trazê-la de volta, uma AÇÃO interior, uma OBRA, acompanhada ou não de uma ação exterior. Quem diz que cuidar dos leprosos não é prece?

*

Dizer que a fé sem obras salva é imaginar a fé como uma COISA, não como um movimento da alma, pois todo movimento da alma é ação, é OBRA.

*

Só um analfabeto funcional em último grau não entende que, quando Jesus diz “Tua fé te salvou”, isso é uma METONÍMIA.

Luiz Sidney “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. 
Não vem das obras, para que ninguém se glorie” efesios 2:8,9
Olavo de Carvalho Você não parece ter compreendido o que eu disse. Salvação pela graça não é o mesmo que salvação pela fé.

*

Também é preciso ser MUITO analfabeto funcional para não entender que a doutrina da predestinação contradiz a da salvação pela fé. Se o sujeito está predestinado à salvação, a fé não pode ser causa da salvação, já que é só um sinal subjetivo e tardio de uma salvação já dada anteriormente.

*

Seres predestinados, até um programador de computadores pode criar. Mas, para criar seres imprevisíveis, capazes de iniciar por si mesmos novos processos causais em ver de ser simples elos de uma cadeia causal anterior, bem, para isso é preciso um DEUS. A liberdade humana é expressão da própria liberdade divina que, em modo parcial e relativo, se prolonga em nós.

*

Se vale a predestinação, o Juízo Final é apenas um “remake” inútil e despropositado de um julgamento universal anterior, do qual aliás não existe A MENOR MENÇÃO na Bíblia.

Alice Lima Professor Olavo, como o senhor entende o atributo da Onisciência e o relaciona com o propósito do Juízo Final?
Olavo de Carvalho Já respondi: Seres predestinados, até um programador de computadores pode criar. Mas, para criar seres imprevisíveis, capazes de iniciar por si mesmos novos processos causais em ver de ser simples elos de uma cadeia causal anterior, bem, para isso é preciso um DEUS. A liberdade humana é expressão da própria liberdade divina que, em modo parcial e relativo, se prolonga em nós.

*

Vocês acham que um acontecimento metacósmico das proporções do Juízo Universal, se já tivesse acontecido, Deus teria se esquecido de mencioná-lo no seu Livro?

*

Como podemos ser salvos pela Graça, se já estamos inapelavelmente salvos ou condenados de antemão? Para que é preciso a Graça para fazer o que já está feito?

Paula Felix Professor, com quem o Sr está estudando teologia protestante?
Olavo de Carvalho Nos “Selected Works” de Lutero.

*

O sujeito pode acreditar cem por cento na Palavra de Deus e odiá-la por isso mesmo. Aliás o Satanás faz exatamente isso.

Paula Felix Sem dúvidas! Assim como pode falar as línguas dos homens e dos anjos (dotes intelectuais e espirituais), doar tudo o que tem aos pobres e até dar o próprio corpo para ser queimado (obras de caridade) sem que nele habite Deus, cuja essência é o Amor.
Ou quem vai negar que ninguém acreditou mais na salvação pelas obras que os fariseus?
Olavo de Carvalho Paula Felix Errado. Se alguém deu a vida por vaidade ou neurose, não a deu por seus irmãos, mas por si mesmo ou pelos demônios. Boa obra sem Deus NÃO EXISTE, é apenas uma hipótese hiperbólica, um modo de dizer.

*

Minha sorte na vida foi que, na infância, doente demais para receber ordens, broncas ou lições de moral, não recebi nenhuma. Meu irmão, saudável como uma jaca no pé, levou a carga toda de merda familiar.

*

Ninguém me mandou fazer nada nem me proibiu de fazer nada.

*

Minhas únicas obrigações eram comer, dormir e virar a bunda para cima na hora de tomar injeção. Nada que exigisse altos conhecimentos.

*

Retribuí a gentil ausência de pentelhações nunca reclamando de porra nenhuma e achando sempre muito normal tudo o que me acontecia.

JS Cesar (pergunta retórica) O sr. acha que deveríamos todos fazer o mesmo tendo como premissa que, perto da dor de Cristo no Calvário, nunca tivemos pentelhações nenhumas?
Olavo de Carvalho Exato. Nós não carregamos nem o peso dos nossos próprios pecados, quanto mais todos os pecados do mundo.
 
JS Cesar Prof.°, perguntinha fora de contexto: quais os primeiros “romances” de que se tem notícia e quais os primeiros romances ROMANCES realmente?
Olavo de Carvalho O primeiro que fixou o gênero parece ter sido o romance anônimo “La Princesse de Clèves”, 1678.
*

Sou tão sortudo que, na infância, virei a bunda para cima mil vezes e ninguém comeu o meu cu. Só levei injeção de Benzetacil.

*

Eternidade é infinitude, e a infinitude é incompatível com a predestinação,

*

Aqueles que alegam a onisciência de Deus como prova da predestinação só conseguem imaginar a inteligência divina como conhecimento da necessidade, não como conhecimento da liberdade, infinitude e criatividade ilimitada.

*

A doutrina da predestinação já é, antecipadamente, o mecanicismo filosófico.

*

Jesus Cristo é o Logos, a Inteligência divina. Se todos já estavam predestinados, Ele já conhecia a sentença de um por um e tentar salvá-los na Cruz foi um ato inútil, desesperado, autocontraditório.

*

Se estamos predestinados, Deus NÃO oferece a salvação a todos, mas só àqueles que já a possuem.

*

Se estavam todos predestinados, o sacrifício do Calvário não acrescentou NADA.

*

Protestantismo é confusão mental. Não espanta que Lutero odiasse a filosofia, porque não conseguia aprendê-la.

*

Se Deus é livre e soberano, sua Onisciência tem a liberdade de escolher entre prever e não prever.

*

Longe de implicar a predestinação, a Onisciência divina implica a liberdade, a criatividade infinita e a indeterminação. Deus não é um relógio nem um programa de computador.

*

O sacrifício ter sido feito desde toda a Eternidade não significa predestinação. Significa que a oferta da salvação é infinita, portanto ilimitada.

*

O predestinacionismo implica NECESSARIAMENTE o mecanicismo.

É, no fim das contas, puro raciocínio mecânico.

*

O sacrifício ter sido feito “desde toda a Eternidade” significa que a oferta da salvação esteve SEMPRE presente, mas só no Calvário se manifestou aos olhos de todos.

*

Se Deus já predestinou alguns à danação, mas quer que todos se salvem, Ele deve estar um tanto confuso.

*

Se pode existir alguma boa obra sem Deus, obviamente existe algum bem fora de Deus. 
Quando a Bíblia diz que as boas obras não salvam se nelas não estiver Deus, quer dizer apenas que não eram realmente boas.
Quem não sabe distinguir entre uma hipérbole e uma afirmação categórica não deveria discutir esses assuntos.

*

Se Deus pode APAGAR os nossos pecados, tem o poder de DESCONHECÊ-LOS. Só não o teria se a Onisciência fosse antagônica com a liberdade — o que é precisamente o vício estrutural de todo predestinacionismo.

Célio Rodrigues Olavo, como você interpreta a resposta de Jesus à Santa Margarida Alacoque, quando o bispo (ou foi o padre) da sua cidade pediu para ela perguntar a Jesus qual tinha sido o seu pecado grave confessado na última confissão, como prova da veracidade da sua comunicação com a moça? Jesus então lhe respondeu: “Diga a ele que não me lembro, porque eu o perdoei.”
Olavo de Carvalho Célio Rodrigues : É EXATAMENTE O QUE ESTOU DIZENDO.

*

Predestinacionismo é incompreensão total de que Onipotência é Liberdade.

*

Quando Jesus diz “O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não passarão”, Ele está se referindo a TUDO o que Ele diz, não só àquilo que foi registrado na Bíblia.

*

Deus não é escravo do sentido que os homens deram à Sua Palavra.

*

Quando alguém promulga uma doutrina absurda, o passo seguinte é rodeá-la de distinções, atenuações e desconversas sem fim.

*

Se alguém deu a vida por vaidade ou neurose, não a deu por seus irmãos, mas por si mesmo ou pelos demônios. Boa obra sem Deus NÃO EXISTE, é apenas uma hipótese hiperbólica, um modo de dizer. Predestinacionistas confundem palavras com coisas.

*

Se a doutrina da predestinação fosse coisa séria, não haveria 33 mil versões dela circulando só nos EUA.

*

É óbvio que ninguém pode responder a todos as versões do predestinacionismo que circulam por aí. Elas foram inventadas precisamente para isso — para melar a discussão pelos séculos dos séculos.

*

É impossível discutir com um protestante porque sempre aparece algum outro dizendo outra coisa. TUDO o que você diga pode ser respondido com um “Não é bem isso o que nós cremos”.

*

O nome do protestantismo é Legião.

*

That’s all, folks.

George Rafael Freyre Gomes Professor, com toda a experiência que o senhor adquiriu no decorrer da vida, o senhor diria que o protestantismo é um dos culpados pelo mundo se encontrar neste caos?
Olavo de Carvalho Sem a menor sombra de dúvida. Leia o capítulo sobre Lutero na “História das Idéias Políticas” de Eric Voegelin.

*

Você já está salvo? Ótimo, faça bom proveito. Eu só direi isso de mim mesmo depois do Juízo Final, ao qual comparecerei tremendo de medo.

*

Paula Felix Apaguei o seu último post para poder imaginar que nunca foi escrito.

Paula Felix Professor, o Sr sabe que é uma conclusão a que tantos protestantes chegaram quanto católicos chegaram à sua. Eu, pessoalmente, discordo de ambas.
Olavo de Carvalho Já respondi: Que o protestantismo é Legião é um fato matemático, não uma opinião minha.

*

Vou suprimir a minha fan-page. Não quero dar a milhões de imbecis palpiteiros a impressão de que estou interessadíssimo nas suas opiniões.

*

Que o protestantismo é Legião é um fato matemático, não uma opinião minha.

Matheus Andrade Professor Olavo de Carvalho o primeiro sujeito a pensar em uma sistema de nova ordem mundial foi um protestante chamado João Amós Comenius ou veio alguém antes?
Olavo de Carvalho Parece que foi ele mesmo.
*

Só comecei a falar deste assunto depois que vieram uns eleitos mostrando desprezo pela Santíssima Virgem. Agora aguentem, santinhos do pau oco.

*

ATENÇÃO:

18157927_10155194135937192_3403259034799503641_n

Se Deus não tivesse o poder de esquecer, não seria onipotente.

*

18157469_10210388093433292_2281720993258116746_n (1).jpg

Kay Lyra com Roxane Carvalho.

Em Agradecimento:

Obrigada, Josias Teófilo, pela foto do querido casal Olavo de Carvalho e Roxane segurando o meu CD. Esta foto me encheu de alegria pois este CD acaba de ser lançado nos Estados Unidos e este casal mora no meu coração! O Olavo mudou a minha vida, assim como ele mudou a vida de muitos do seu grupo de alunos de filosofia, do qual eu faço parte. Se alguma outra pessoa estiver lendo isso aqui além de você, pode ser que esteja se perguntando por que uma cantora de bossa nova estaria fazendo aula de filosofia? Ora, a resposta é muito simples e desprovida de qualquer ambição acadêmica: eu simplesmente queria conhecer a verdade, e como diria a nossa querida santinha Edith Stein: “Quem procura a verdade procura Deus, ainda que não o saiba. O final da minha vida pregressa não acabou em samba mas na minha conversão ao catolicismo, iniciando a vida de “Kay Maximilian Lyra”. A reflexão sobre este longo processo de caminho espiritual me leva sempre à sua fonte de sabedoria inesgotável: Olavo de Carvalho, e minha gratidão é infinita e eterna. 
O Brasil tem dessas coisas, em meio a uma aridez tremenda e profunda tristeza das almas, em meio a tanta violência, destruição dos nossos valores e, em resumo, uma miséria humana gigantesca, Deus nos dá um Olavo de Carvalho. E para aqueles que procuraram a conversão tardiamente e encontram um catolicismo depredado pela teologia da libertação, Deus nos dá um Padre Paulo Ricardo. Além disso, em um país onde a feiura sonora nos corrompe até a alma e nos enlouquece de tanto barulho feio, Deus nos dá a bossa nova! Sim, o mundo está pegando fogo mas eu sou agradecida com o milagre da florzinha do lodo (pra mim a florzinha já é um milagre, no lodo então)! O professor Olavo é um milagre na atual cultura brasileira! 
Já que eu venho do meio musical, e mais especificamente o da bossa nova, quando penso na generosidade do Olavo (sua casa sempre aberta aos alunos, sua luta por eles, sua missão de amor, (que é o que deveria predominar na pulsação interior de qualquer professor), não posso deixar de traçar um paralelo com o grande poeta Vinícius de Moraes que amava seus parceiros tanto quanto podia, sua casa sempre aberta aos amigos, sua generosidade com a poesia, seu coração transbordando de amor e sua garrafinha de uísque, o famoso “melhor amigo do homem”, o “cachorro engarrafado”… Bem, o Olavo é mais do cafezinho e o cachorro dele se chama “Big Mac”! Sabendo-se das diferenças mais óbvias, o filósofo e o poeta agregaram gerações de pessoas de onde saíram parcerias e cumplicidades que mudaram a cara do mundo para sempre. Só com algumas diferençazinhas: Vinícius agregava jovens para viverem na poesia, na música, beberem um bom uísque e comerem as mais lindas mulheres enquanto que Olavo conseguiu agregar jovens dispostos a carregar a sua própria cruz, enxergar a verdade doa a quem doer e viver um catolicismo tão cheio de amor ao próximo e à Deus que estejam dispostos ao martírio. Acredito que Olavo deva ter tido mesmo a ajuda do Espírito Santo pois a proposta do poetinha sempre me pareceu muito mais palatável!
Após mais de dez anos com o meu companheiro Mauricio Maestro, veio o meu batismo em 2013. No mesmo ano, veio o nosso casamento na Saint Patrick’s Cathedral em Nova York. Agradeço ao Olavo por todos estes eventos importantes da minha vida pois, como uma bola de neve do bem que começou com a procura da verdade, parece que tudo o que sucedeu o meu renascimento nas águas batismais veio com um propósito, veio com a intenção de uma vida adulta examinada, e aqui eu termino o meu agradecimento ao professor e filósofo Olavo de Carvalho e peço ao querido poeta uma licencinha filosófica: “Que o amor seja infinito enquanto…infinito”.

Um grande abraço e boa sorte no lançamento do filme “O Jardim das Aflições”!
Kay Lyra

Dedico esta minha parceria com o meu marido Mauricio Maestro ao casal Olavo e Roxane por nos ter ensinado que o amor eterno é possível:
faixa # 7 do CD “Just a Silly Game”:

THE NIGHT WILL FALL (Mauricio Maestro and Kay Lyra)

The night will fall
Softly softly softly
My heart of snow
Melting Melting away
He took my heart today
Like child’s play
Will I succumb
Help me to seize my love

My broken wings won’t fly
Won’t fly won’t fly
And when it’s spring I hide 
I hide away
So many times I fell
I fell apart
Will I succumb
Will she be true to love

We sat alone 
Talking Talking
Liquor and wine
Melting the time away
I must confess
I never felt this way
Will she (he) be true
I put my trust in love

*

Vejam o que é a “ciência” hoje em dia:

http://www.wnd.com/2017/04/climate-science-dishonest-for-decades/

*

O petismo é o defunto mais histérico que já vi.

*

Como poderia Deus “fazer novas todas as coisas” se fosse escravo da Sua própria memória?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s