Paisagem interior

“Sugestão: ouça repetidamente grandes composições sinfônicas — de Mozart, de Beethoven, de Brahms, de Sibelius ou do seu compositor preferido — até decorá-las. Quando elas fizerem morada definitiva na sua memória, você não terá como exteriorizá-las, nem cantando, nem assobiando, nem muito menos tocando todos os instrumentos de uma orquestra ao mesmo tempo. Elas terão se incorporado para sempre à intimidade da sua paisagem interior.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s