Tentações permanentes

O ateísmo, o ódio a Deus e até o satanismo são tentações permanentes com que o fiel cristão se confronta diariamente, e com tanto mais intensidade ainda se for um santo. Na alma do ateísta militante, no entanto, a santidade e até a simples devoção são experiências INIMAGINÁVEIS, que ele só pode conceber de maneira invertida e caricatural, se tanto. O ateísta é um pedacinho da alma do crente, mas a alma do crente transcende infinitamente, em riqueza e abrangência, o horizonte de consciência do ateísta. Qualquer cristão pode compreender a alma de Karl Marx ou de Lênin, mas nenhum ateísta compreenderá jamais nem mesmo uma fração infinitesimal da alma do Pe. Pio. E, se tentar compreendê-la, virará crente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s