13/2/2017

Contribuição do Pedro Henrique Medeiros:

16730390_10154966676262192_4946296656235399700_n.jpg

*

O Bergoglio diz que as mulheres não devem mais lavar louça. Eu também acho. Quem deve lavá-la é o Bergoglio. Já para a cozinha, malandro!

*

“I fancied myself as some kind of god … It is a sort of disease when you consider yourself some kind of god, the creator of everything, but I feel comfortable about it now since I began to live it out.”
{GEORGE SOROS)
Read more at http://www.wnd.com/…/a-novel-idea-revoke-george-soros-cit…/…

*

Não é lindo? “imaginar-se Deus é uma doença, mas agora eu me sinto confortável com isso, DESDE QUE COMECEI A VIVÊ-LO.”

*

A simples lei natural reserva aos homens as tarefas mais pesadas e de risco, e às mulheres as mais leves e (do ponto de vista dos homens) tediosas. Quem não entende nem isso não pode entender nada de nada.

*

Sim, é claro, lavando louça as mulheres não vão conseguir nada. Que deixem isso para os homens. Elas têm mesmo é de carregar sacos na estiva, tourear uma britadeira, martelar ferro na forja e curtir as delícias de manejar uma picareta no fundo de uma mina de carvão.

*

Repito: George Soros é Deus e Bergoglio é o seu profeta.

*

No Evangelho do Bergoglio, Nosso Senhor e S. José ficavam só lavando louça, enquanto a Santíssima Virgem serrava vigas, lixava sarrafos, pregava tábuas e de vez em quando levava uma martelada no dedo.

*

Não consigo respeitar o Bergoglio, já não digo como Papa, mas como simples homem adulto. Esse sujeito não passou da adolescência.

*

Não consigo sequer odiá-lo. Ele é ridículo demais para isso.

*

Nem o pessoal de Hollywood se prosterna tão descaradamente ante o evangelho da mídia.

*

O Soros é odioso, mas o Bergoglio é apenas patético.

*

Não sei se o Trono de Pedro está vacante — deixo isso aos teólogos. Mas espero sinceramente que esteja.

*

Evitando discussões fúteis: Excetuadas as limitações corporais e as disposições sacramentais da Igreja, NÃO EXISTEM trabalhos “tipicamente masculinos” ou “tipicamente femininos”. Mas lavar louça ou roupa é trabalho braçal e só pode ser comparado com outros trabalhos braçais.

*

Em qualquer exército do mundo, o teste de aptidão física é mais brando para as mulheres. Estaria isso errado?

Leandro Steele Na guerra, as balas que voam e que matam não fazem distinção entre homens e mulheres. Na hora de carregar um companheiro ferido nas costas, um cara que pesa 90 quilos, correndo desabaladamente, não importa se é homem ou mulher. Tem que correr. Acho errado abrandar o teste físico para mulheres. Afinal, a profissão do militar é a guerra.
Olavo de Carvalho Mesmo com o teste mais brando, a maioria não passa. Se o teste fosse o mesmo, simplesmente não haveria mulheres nas forças armadas.

*

Sem homens que a protejam, a arrogância feminista acabaria em uma semana.

*

Uma mulher poderia fazer o meu serviço? Poderia. Ah, como eu gostaria que fizesse!

*

Quando a decência tornou-se cinismo, é preciso esculhambá-la impiedosamente para restaurar a mera possibilidade da vida moral. Reverências e salamaleques ante o fingimento cínico são culto prestado a Satanás.

*

Não adianta me dizer que mulher pode ser boa sniper. É claro que pode. Sniper, por definição, fica longe da encrenca.

Olavo de Carvalho No meio da porrada, habilidades de sniper não servem para coisa nenhuma.
 Olavo de Carvalho Paula Felix Napoleão ensinava: “Entre a esperteza e a força, a força sempre vence.”
*
O homem, se quiser, pode deixar todo o trabalho pesado para a mulher e ficar só vendo futebol na TV e coçando o saco. E a mulher, se quiser, pode deixar a louça para o marido lavar enquanto ela transa com o vizinho. Mas nem tudo o que se pode convém.*”Entre a esperteza e a força, a força sempre vence.”(Napoleão Bonaparte)
*
Vi uma vez a luta entre Floyd Patterson e o campeão mundial de judô. Foi assim: o Patterson deu UMA porrada, o japonês saiu voando. Acabou a luta.
*
Meu professor de artes marciais, Michel Veber, ensinava mil e um truquinhos. Mas eu sabia que tudo aquilo só funcionava porque ele era forte como três cavalos.
*
A melhor técnica de luta é um tacho de proteínas.
*
O Michel Veber era de um realismo atroz. Ele começava o curso assim:
— Lição número um: Fugir.
— Lição número dois: Antes de aprender a bater é preciso aprender a apanhar.
*
Outro professor de artes marciais, meu caríssimo amigo William Kawasaki, ensinava:
— O segredo da vida é comer bem, dormir bem, trepar bem e esquecer bem.
*
Outra lição do William Kawasaki:
— O que dá azar não é gato preto, não é macumba, não é passar embaixo da escada. O que dá azar é GENTE.
*
Devolva a uma feminista a brutalidade masculina que ela imita tão bem, e ela logo chamará um meganha de dois metros para protegê-la.
*
As mulheres são mais fortes que os homens: seus gritos de socorro atraem mais gente.
*
A mais bela qualidade das mulheres é que, ao contrário da maioria dos machões, elas não acham que bondade é veadagem.
*
Como diria o Silvio Grimaldo : Expropriação cultural:
*
Contribuição do Mauro Araújo Do Nascimento:”As pessoas que dizem que nem tudo se resolve na força, é porque geralmente não têm força suficiente pra resolver.”(Hue)
*
No ginásio eu tinha um amigo enorme e gordo, meio lerdo de percepção. Faziam-no de trouxa nove vezes, na décima ele dava umas porradas e estava tudo resolvido. Ele era tão forte que não precisava ser esperto. A força (fortaleza) é uma das virtudes cardinais. A astúcia não é.

 

16716335_10209908197195137_2058240283469626881_o

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s