11/2/2017

AVISO: Hoje, sábado, 11 de fevereiro, NÃO haverá aula do COF.

*

Leitura indispensável para quem deseje entender o que se passa hoje nos EUA: “Don’t Make the Black Kids Angry. The Hoax of Black Victimization and How We Enable It”, de Colin Flaherty.

*

Todos os estereótipos depreciativos da raça negra foram inventados pelos muçulmanos, e isso muito antes de que o primeiro europeu desembarcasse na África.

*

Todas as religiões são equivalentes? Só se você acha que morrer na cruz pela salvação das almas vale tanto quanto morrer de intoxicação por um peixe estragado.

*

Se eu tivesse meios de interferir no assunto, o domínio do idioma pátrio seria a condição MÍNIMA para alguém ser professor universitário. Quem estivesse abaixo do padrão seria imediatamente demitido das universidades federais e proibido de lecionar em qualquer outra.

*

A mesma condição seria exigida dos juízes de todas as instâncias.

*

Basta exigir que um sujeito escreva corretamente para que ele comece a perceber que é um bosta.

*

A gramática existe para humilhar os metidinhos.

*

Todo professor que faz propaganda de uma ideologia deveria ser expulso da profissão caso não fosse capaz de expor corretamente os argumentos a favor da ideologia oposta.

*

Todo aquele que despreza o que ignora é um ignorante desprezível.

*

Há anos não leio uma sentença judicial ou uma tese universitária que não constitua uma prova definitiva de analfabetismo funcional. Só isso já basta para explicar o estado de coisas no Brasil.

*

O desperdício de dinheiro público com professores e juízes analfabetos é um crime maior do que mil Petrolões.

*

Universidades que dão diplomas de estudos superiores a 50 por cento de analfabetos funcionais são ORGANIZAÇÕES CRIMINOSAS. Têm de ser fechadas IMEDIATAMENTE.

*

Que é que falta para os americanos entenderem que um sujeito que é procurado pela polícia na Rússia, na Hungria e na Macedônia não deveria estar circulando livremente pelos EUA?

*

Se eu não fosse capaz de expor corretamente e sem distorções o argumento marxista, fascista, nazista, racista, globalista, gayzista, feminista ou jihadista, o que quer que eu dissesse contra essas ideologias valeria um peido de lagartixa.

*

Tenho a certeza de poder argumentar tão persuasivamente a favor do feminismo que, se eu decidir fazer isso, bolas vão rolar por toda parte.

*

Se você não é capaz de argumentar persuasivamente a favor do erro, a única maneira de você escapar dele será escondendo-se sob a saia da sua mamãe.

João Emiliano Martins Neto O que, eu, protestante, diria a favor do erro católico? Obedeça, meu filho, pois senão revoluções sangrentas e a onipotência estatal serão as consequências de você querer desgarrar-se de Roma. 😂😂😂
Olavo de Carvalho João Emiliano Martins Neto É óbvio que você JAMAIS leu os comentários bíblicos dos santos católicos. Pare de pontificar sobre o que ignora.

*

Uma das principais delícias da democracia é você poder viver sem medo do governo. Na gestão Obama, só os imigrantes ilegais e os terroristas infiltrados desfrutavam desse privilégio.

*

http://www.dailymail.co.uk/femail/article-4212850/Racist-Netflix-series-gets-million-dislikes-ONE-day.html

*

Até o século XVIII, não se vê o menor sinal de racismo antinegro na cultura européia. O que havia era o justificado ódio ao “mouro”, um termo em que se confundiam árabes e negros, escravizadores e escravos — a composição racial exata das tropas invasoras. Um racismo especificamente antinegro só surgiu como subproduto da “ciência moderna”. Leiam “The History of the Race Idea”, de Eric Voegelin.

*

Ironias da História: Os árabes se consideravam infinitamente superiores aos negros, mas para os europeus eles eram todos a mesma coisa.

*

Santos negros da Igreja Católica:

http://www.catholic.org/saints/black.php

*

Na nossa igreja há dois padres: um irlandês e um negão.

*

Durante sete séculos os povos da Europa foram atacados, saqueados e escravizados por tropas de invasores e piratas compostas quase inteiramente de árabes e negros. Diante disso, chamar de “preconceito” o ódio ao mouro é um absurdo, a exata inversão da realidade. Preconceito, o caralho. Exata descrição da experiência: “Gente de pele escura só vem aqui para foder com a nossa vida.”

*

Aviso que hoje é o último dia para se inscrever no meu curso, Esoterismo na história e hoje em dia, em que analisarei o impacto e influência das sociedades esotéricas na cultura, ciência e política modernas.
Acesse o link abaixo e se inscreva.
http://www.seminariodefilosofia.org/esoterismo/

*

O sumiço da “disputatio” e sua substituição pelo confuso e impraticável “método científico” de Bacon foi uma tragédia imensurável. O lema definidor da modernidade — que “não há verdades absolutas” — expressa perfeitamente a experiência cognitiva de gerações incapazes de articular intelectualmente uma perplexidade.

Quando aos vinte e poucos anos descobri a arte da “disputatio” medieval, fiz dela imediatamente a minha disciplina cerebral prioritária. Se eu tivesse uma escola instalada em algum lugar do universo geográfico em vez de uma simples rede de conexões eletrônicas, e tivesse alunos residentes, treinaria todos nessa arte — a base lógica de todo método científico, que sem ela se torna apenas um rótulo elegante.

De fato, como confrontar argumentos e provas, se você não consegue sequer expressá-los em palavras?

A falta de prática na “disputatio” acaba fazendo de toda pergunta uma controvérsia sem fim nem conclusão, que tem de acabar sendo resolvida na porrada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s