26/1/2017

*

A dissolução da antiga unidade de pensamento marxista espalhou a loucura nas hostes esquerdistas. Mas a direita brasileira nunca teve nenhuma unidade de pensamento — nem, aliás, pensamento.

*

Imagino quanto teria durado o movimento comunista se, em vez de estudar em profundidade as obras de Karl Marx, cada um, mal tendo ouvido falar delas, saísse tentando mostrar que era melhor que o autor e espalhando que ele era reacionário enrustido, agente britânico, pedófilo etc. e tal.

*

Já não tenho nenhuma ilusão de ajudar a direita nacional no que quer que seja. Meu trabalho dirige-se agora exclusivamente ao círculo dos meus alunos e leitores mais sérios. Nada mais posso fazer pelos outros.

*

Nenhuma facção política tem futuro se a sua primeira geração já vem tão carregada de carreiristas, intrigantes e incapazes rancorosos quantos hoje se contam na direita nacional — filhos bastardos de uma ejaculação precoce.

*

Quanto mais desorganizada e impotente a direita brasileira vai ficando, mais se vê nela gente espumando de raiva, posando de moralmente indignada, acusando, denunciando inimigos imaginários e gritando: “Eu mato! Eu esfolo!”

*

No momento em que Israel mais precisa de união sob uma liderança firme, já começaram as acusações de corrupção contra o Netanyahu. É impossível não ver aí o dedo e mais alguma coisa do George Soros.

*

Na Idade Média, os judeus, quando perseguidos no resto da Europa, corriam para Roma. Mas agora eles vão para Roma e encontram lá o George Soros vestido de Papa.

Há uma bula papal que manda deixá-los em paz seguindo seus costumes ancestrais.

Sidney Morais de Souza Nunca houve perseguição oficial aos judeus durante a idade média. Foi na Espanha Católica de Castela e Aragão que eles foram chamados à ordem.
Olavo de Carvalho Exatamente, Era por isso que eles buscavam a proteção na autoridade oficial,

*

Peguei de um artigo da Patty Ann Maley:

Protetor de cabeça anatomicamente correto:

c3d2wi6wiaadxur

É o enfoderamento universal.

Os comunistas sempre desprezaram o assanhamento de “agir”. Chamavam-no de “voluntarismo” e “desvio ideológico pequeno-burguês”. Na direita ele é considerado a maior das virtudes.

*

Se liberais, conservadores, libertarians, intervencionistas etc. passassem dez anos discutindo seriamente até encontrar um diagnóstico da realidade, sem propor ação NENHUMA, teriam encontrado naturalmente um curso de ação coerente e frutífero. Como não conseguem fazer isso, caem no assanhamento histérico que é a pior forma de inação.

*

Se examinassem um milésimo da bibliografia que os conservadores americanos tiveram de estudar antes de fechar um consenso em torno do vitorioso programa Trump, teriam uma vaga idéia de quanto estão abaixo das condições requeridas, já não digo para tomar o poder, mas para tomar no cu.

*

Uma candidatura de direita ainda tem muita chance em 2018. Mas os brasileiros já se esqueceram de Jânio Quadros e Fernando Collor. Novamente vão apostar tudo num presidente de direita e entregá-lo, como uma galinha manca, à sanha das raposas da esquerda.

Se você espera um governante direitista puro, nem Winston Churchill o contentaria.

*

Para cristãos e judeus, o patriotismo é obrigatório por ser uma decorrência lógica incontornável do “Honrar pai e mãe”. Para os comunistas, globalistas e radicais islâmicos, é o pior dos pecados.

http://www.infowars.com/video-leftist-thugs-viciously-attack-woman-for-wearing-spanish-flag/

*

Brasileiro só conserva o uso da razão enquanto permanece solitário. Tão logo entra em alguma agremiação, seja o PT, o movimento neopentecostal, a Maçonaria, a Congregação Mariana, uma facção política qualquer ou um clube de futebol de botão, sente-se escorado no consenso dos pares e começa a dizer besteira sem parar nunca mais.

*

Você pode ser protestante, se quiser, mas não se esqueça do “Honrar pai e mãe” e refreie um pouco o seu assanhamento ao falar contra a Igreja Católica.

*

A coisa mais óbvia no Brasil é que aí o sentimento de pertinência grupal predomina sobre o elementar senso de justiça. Se você diz uma palavra em favor de um indivíduo ou grupo injustiçado, logo o carimbam como “adepto” do referido e, se não gostam dele, passam a odiar você. Que você tenha agido por mero senso de justiça, sem adesão grupal, é uma hipótese IMPENSÁVEL.

*

Entre as pessoas e grupos que defendi quando atacados injustamente estão o João Pedro Stedile, a TFP e o Dr. Enéas Carneiro. Vocês acham que “aderi” a algum deles?

Diogo Coelho Eita, o João Pedro Stedile? Em qual ocasião isto ocorreu?

http://www.olavodecarvalho.org/semana/sussurros.htm

*

Assinalo, com tristeza, a morte do advogado carioca Jayme Mesquita, meu amigo leal, talento ímpar e um dos homens mais engraçados do Rio de Janeiro. Que Nosso Senhor o receba na glória eterna.

*

Cadastre-se na lista de pré-inscrição para receber mais informações sobre meu novo curso.

http://www.seminariodefilosofia.org/esoterismo/

*

O vôo das águias é um dos movimentos mais belos e harmoniosos da natureza. https://t.co/KV9cmmeS0Y

C3DsTZrXgAAHKhu.jpg

*

Desarmamento civil É ISTO: só os ricos têm proteção:

http://www.infowars.com/gun-controlled-paris-deploys-soldiers-to-protect-the-wealthy/

Desarmamentistas são genocidas. Ponto final.

*

Peguei de um artigo da Patty Ann Maley:

Protetor de cabeça anatomicamente correto: https://t.co/9EZ3Kl1Utf

c3d2wi6wiaadxur

*

Curso “Esoterismo – Na história e hoje em dia” – https://t.co/zPIHHm9YfQhttps://t.co/TNh33KtpjO

*

Foi por mero acidente, sem intenção e sem saber como, que bloqueei nesta página as mensagens de terceiros, deixando a eles tão-somente as áreas de comentários. Mas tanta gente achou bom que isso acontecesse, chamando-o de “fim da poluição”, que vou deixar as coisas assim mesmo por algumas semanas pelo menos, para ver se isso dá certo.

*

Segundo um estudo feito pelo Pew Center, em 2012 já havia nos EUA 2.800.000 eleitores inscritos simultaneamente em dois Estados, mais 2.800.000 imigrantes ilegais votando e 1.800.000 cidadãos votando depois de mortos. Com o incentivo aberto dado pelo governo Obama a que mais imigrantes ilegais votassem, o número de votos inválidos com certeza aumentou na última eleição. O governo Trump decidiu finalmente investigar esse fenômeno. Os entusiastas da dupla Hillary-Obama estão aterrorizados: suas assanhadas denúncias de “fraude eleitoral”, soltas no ar a título de meros slogans de campanha, sem nenhum intuito real de tirar a coisa a limpo, ameaçam sair pela culatra. O mito da “vitória da Hillary no voto popular” não vai durar muito.

*

Tudo o que o direito político na América tem de excelente e maravilhoso, o direito de família tem de disforme e hediondo. Já escrevi umas coisinhas a respeito (http://www.olavodecarvalho.org/semana/111219dc.html), mas o que descobri depois disso é de arrepiar os pelos do cu da Estátua da Liberdade. Não tenho tempo para escrever sobre isso agora, mas um dia, com certeza, o farei. Sociólogos, psicólogos e assistentes sociais, a quem os legisladores americanos se curvam como se estivessem diante da sabedoria encarnada, parecem não ter outro objetivo na vida senão trocar as relações humanas normais por um punhado de idéias de jerico tão pedantes quanto psicopáticas. Agora entendo de onde provêm os jovens histéricos que acham lindo quebrar janelas, aterrorizar pessoas e praticar o “knock-out game” em nome da democracia. A família americana, modelada pela “ciência social”, é hoje uma fábrica de doidos como nunca se viu no mundo.

http://www.olavodecarvalho.org/semana/111219dc.html

*

O “politicamente correto” arraigou-se tão fundo na cultura americana, que é utópico esperar que uma gestão presidencial baste para eliminá-lo. Isso será uma luta de décadas, com o agravante de que agora nós, católicos, temos um Papa do outro lado.

*

Outro dia tentei fazer uma lista de todos os crimes, vícios e defeitos que já me atribuíram, mas não consegui. O próprio capeta jamais foi xingado de tanta coisa. O mais curioso é que tudo isso, no Brasil, passa como “debate cultural”.

*

Já fui mil vezes convidado para debates sobre o tema: “Você é um filho da puta?”

O tema já é uma beleza, porém mais lindo é que, invariavelmente, o autor do convite só o faz depois de ter emitido a conclusão.

*

Se após o 11 de Setembro o George Bush lançasse uma campanha contra os inimigos internos em vez de inventar uma utópica “união nacional” contra um inimigo externo inócuo, ele teria sido o maior presidente americano de todos os tempos. É a oportunidade que o Trump, agora, não quer perder de jeito nenhum.

http://www.wnd.com/2017/01/an-enemy-within-keith-ellison-exposed/

*

Se existe um poder legislativo em atividade permanente, o número de leis e regulamentos aumenta necessariamente até ultrapassar a capacidade de absorção não apenas do cidadão comum, mas até dos estudiosos especializados. Todos ficam à mercê de leis que desconhecem e cujo desconhecimento, ao mesmo tempo, não têm o direito de alegar. Com o tempo, todas as democracias se transformam em tiranias por meio do seu simples funcionamento normal, sem necessidade de nenhum golpe de Estado.

*

“A democracia não é o oposto da ditadura: é a causa dela.” (Georges Bernanos) https://t.co/L1dQUa6lSI

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s