22/1/2017

*

Por favor, releiam:

http://www.olavodecarvalho.org/semana/130610dc.html

*

Mas aí também já é demais: um velho sátiro já não pode nem admirar um par de pernas, que a mídia conservadora cai de pau.

http://www.infowars.com/internet-calls-out-bill-clinton-for-checking-out-ivanka-trump-until-he-got-busted-by-hillary/

*

A pré-inscrição para o meu curso “Esoterismo – Na história e hoje em dia” já está aberta. Cadastre-se.
LINK: https://t.co/zPIHHm9YfQ https://t.co/ke0EYVNEzB

*

https://petitions.whitehouse.gov/petition/investigate-hillary-clinton-crimes-committed-against-people-and-government-united-states

*

Excetuado o brevíssimo e encerrado período em que, já quinquagenário, tive encontros esporádicos com Bruno Tolentino, Paulo Mercadante, Herberto Sales, Roberto Campos, José Mário Pereira e alguns outros, nunca desfrutei do convívio de amigos cultos que, por sua presença e pelo diálogo, pudessem dar algum estímulo à minha vida de estudioso e escritor. Em compensação, nunca faltaram na minha vida tipos repulsivos como os Veadascos, o Punheteu, o Janer Cristaldo, o Julio Soumzero e centenas de outros, cujo mais alto entendimento dos meus escritos se condensa em conclusões que fazem de mim um agente do Mossad ou da CIA, um “neocon” mancomunado com a família Bush, um herético maçom, um comunista enrustido a soldo do terrorismo islâmico, do George Soros ou da Hillary Clinton e outras coisas lindas.
Minha sobrevivência intelectual, nessas condições, é um milagre pelo qual devo agradecer todos os dias a Nosso Senhor Jesus Cristo, que fez do meu nome de batismo, que quer dizer “sobrevivente”, uma profecia integralmente realizada.

*

Nota colocada na minha fan-page em resposta a um bocó que me exigia, em tom de elevada cobrança moral, uma opinião sobre a morte do ministro Teori Zavacki.

Paulo Bittencourt, Não vou bloquear você por enquanto. Vou deixá-lo aqui exposto para que todos vejam o que é uma mente bocó que considera uma obrigação moral incontornável dar opinião sobre qualquer novidade da qual só se tem conhecimento pela mídia, sem nenhuma chance de investigação pessoal, A pressa de opinar, que você considera um dever, é precisamente o que eu considero leviandade e exibicionismo. De palpiteiros como você o Brasil está cheio.

*

É a mais indeclinável obrigação do brasileiro: ter uma opinião pronta sobre tudo aquilo do qual ele mal acaba de ouvir falar.

*

Nem peido vem tão rápido quanto opinião de brasileiro.

*

De duas fontes igualmente confiáveis, obtive a informação de que a morte do ministro Zavascki foi realmente um acidente aéreo e a de que foi uma trama assassina. Um dia TALVEZ eu venha a ter alguma opinião a respeito.

*

Já se contam às centenas os malucos que me fazem uma acusação criminal e, ato contínuo, me desafiam para um “debate” para desmenti-la, jurando que, se eu não aceitar o desafio, estarei me confessando culpado.
A facilidade, a naturalidade com que assim os próprios difamadores exigem que eu os aceite como meus juízes, e com que reduzem graves acusações criminais a puras e educadíssimas “divergências de idéias”, a ser resolvidas num mero debate e não num tribunal de Justiça, já basta para caracterizá-los, de imediato, como psicopatas.

*

É mais fácil acreditar na mentira do que na verdade, porque a mentira é uma pura criação da mente, ao passo que, na busca da verdade, a mente tem de transcender os seus próprios limites, indo em direção a algo que não é ela, a algo que não existe como mero pensamento e sim como elemento externo totalmente heterogêneo.
A própria palavra “mentira” vem da mesma raiz de “mens”, a mente. Para acreditar na mentira, basta pensá-la. A verdade só é assim no caso dos juízos puramente formais, vazios. como A = A. Em todos os outros casos a mente tem de lidar com dados externos que não vêm formatados como pensamentos e requerem algum trabalho para poder ser pensados.

*

http://www.express.co.uk/news/science/756870/proof-of-god-kurt-godel

*

Que vídeo DO CARALHO, @MVenturaAlves! https://t.co/q38f6Ph3sK

*

A analogia entre Donald Trump e Adolf Hitler é tão postiça, tão forçada e tão despropositada, que ouvi-la da boca de um Papa é suficiente para levar muitas almas a perder a confiança na Igreja Católica,
Mas o sr. Bergoglio caprichou ainda um pouco mais nesse empenho, ao pregar abertamente a abolição das fronteiras nacionais e o advento de um governo global . O único texto sagrado que esse homem segue é o “Imagine” de John Lennon.

*

É a mais indeclinável obrigação do brasileiro: ter uma opinião pronta sobre tudo aquilo do qual ele mal acaba de ouvir falar.

*

 

Por favor, traduzam isto o mais urgente possível:

*

O homem que lança insinuações pérfidas sobre um outro e em seguida, com ares de neutralidade superior, diz que é cedo para julgá-lo, já se julgou a si mesmo. Bergoglio é o “bilinguis maledictus” de que fala a Bíblia.

*

Anúncios

Um comentário sobre “22/1/2017

  1. A verdade não pode ser definida com palavras, apenas vivendo-a. Verdade é sempre mais do que conhecimento. O conhecimento é pertinente às coisas observadas, mas, a verdade transcende esses níveis puramente materiais, no sentido em que ela se harmoniza com a sabedoria e abrange coisas imponderáveis tais como a experiência humana e, mesmo, a realidade espiritual e viva. O conhecimento tem origem na ciência; a sabedoria, na verdadeira filosofia; a verdade, na experiência religiosa da vida espiritual. O conhecimento lida com os fatos; a sabedoria, com as relações; a verdade, com os valores da realidade.

    O homem tende a cristalizar a ciência, a formular a filosofia e a dogmatizar a verdade, porque ele é mentalmente preguiçoso para ajustar-se às lutas progressivas da vida, e ao mesmo tempo ele tem também um medo terrível do desconhecido. O homem natural é lento para dar início às mudanças dos seus hábitos de pensar e das suas técnicas de viver.

    A verdade revelada, a verdade pessoalmente descoberta, é o supremo deleite da alma humana; é a criação conjunta da mente material e do espírito residente. A salvação eterna para essa alma que discerne a verdade e que ama a beleza fica assegurada por aquela fome e sede de bondade, que leva esse mortal a desenvolver uma unicidade no propósito de fazer a vontade do Pai, de encontrar Deus e de tornar-se como Ele. Nunca há conflito entre o verdadeiro conhecimento e a verdade. Pode haver conflito entre o conhecimento e as crenças humanas, crenças matizadas pelo preconceito, distorcidas pelo medo e dominadas pelo pavor de encarar os fatos novos da descoberta material ou do progresso espiritual.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s