Politicamente correto

Muito antes da era do politicamente correto, eu já odiava piadas racistas. Sempre entendi a sátira como uma das armas preferenciais dos fracos contra os fortes, contra os importantes, contra os manda-chuvas. Fazer sátira dos pequenos, dos vencidos da vida, não é sátira, é sadismo e, pior ainda, é ostentação vaidosa de uma superioridade sem mérito, nascida do acaso e da sorte. Mas hoje em dia a indignação que se exibe contra as piadas racistas não é um sentimento genuíno, é uma chantagem emocional, é um teatrinho histérico, postiço a mais não poder, planejado para tomar a superioridade de quem não a merece e dá-la a outro que a merecerá menos ainda, porque não a terá recebido do mero acaso e sim do fingimento calculado, da fraude e do roubo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s