25/11/2016

Será tão difícil entender que a mera prova lógica da existência de uma “causa primeira” só prova a existência de “algum” Deus e não do Deus cristão em especial? E será tão difícil entender que como prova da existência do Deus cristão em especial essa prova só tem, no máximo, valor de RAZOABILIDADE, não de CERTEZA, tanto que ela é aceita igualmente por muçulmanos e deístas? E será tão difícil entender que, se admitimos o Deus cristão como único Deus verdadeiro, a distância entre o mero conceito lógico de “algum Deus” e a realidade do Deus verdadeiro é imensurável?

Edson Moreira Fernandes Professor, não seria essa a mesma diferença entre o conhecimento de Deus pela necessidade lógica e o conhecimento de Deus por sua ação no mundo? O primeiro é genérico e o segundo é, especificamente, o Cristo?
Wanderley O. Santana Achei interessante o sr. William Lane Craig acrescentar ao argumento ontológico as provas da ressurreição de Jesus. Neste caso ele provou a existência de “algum deus” e em seguida provou que Jesus era quem realmente disse Ser.
Olavo de CarvalhoWanderley O. Santana Sim, o caminho é esse. À mera prova metafísica têm de se somar o argumento científico-experimental. Mas praticamente tudo, nesse campo, ainda está por fazer.
Thiago Moraes Não. Contudo a argumentação lógica da “causa primeira” serve como excelente força auxiliar para a evangelização. Primeiro você argumenta que Deus existe, depois você prova qual Deus é o verdadeiro.
Olavo de CarvalhoThiago Moraes Pode ser, mas só para pessoas muito sensíveis à cogência da demonstração lógica.
Renato Antonio Professor, pergunto: Os mesmos métodos e princípios lógicos-filosóficos que são capazes de provar a existência de Deus como causa primeira (genérico), não podem ser utilizados para provar a ressureição de Jesus Cristo?

Antecipadamente, grato.

Olavo de CarvalhoRenato Antonio Não, não são nem podem ser. A prova da Ressurreição é científico-experimental e não meramente lógica.

*

É ÓBVIO que o mero conceito de “contingente” já supõe a existência do “necessário”, mas desde quando o conceito do “necessário” implica que ele seja o Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo, unido a Ele pelo Espírito Santo, isto é, o único Deus verdadeiro? A discussão das provas da existência de “algum” Deus pode prosseguir indefinidamente, e estaremos sempre falando de um mero conceito genérico, não de Deus propriamente dito. No entanto a prova DESTE Deus pode ser obtida pelo estudo científico da sua AÇÃO NO MUNDO, especialmente pela história crítica dos milagres e das profecias. Eis por que digo que a prova da existência do DEUS VERDADEIRO é um problema científico-experimental, não um problema de mera lógica.

*

LOBOS EM PELES DE ASNOS

A malícia, a má-vontade, a suspicácia ferina e a terrível insensibilidade verbal com que os autoproclamados “defensores da fé” ouvem o que digo, julgando e condenando sem sequer pedir um esclarecimento quanto a palavras ditas de improviso numa aula ou num programa de rádio, é a prova mais cabal de que se trata apenas de santarrões hipócritas e difamadores perversos, lobos em peles de asnos.

Renato Antonio Professor, com todo respeito e consideração: o Sr. não acha que tudo isso que você acabou de dizer, pode ser dito em realçarão a forma como muitos estão lidando com o Papa Francisco? Que tanto no seu caso como no dele, estes julgamentos (avaliações) seguem os mesmos critérios?
Olavo de Carvalho Não. Os ATOS dele são explícitos, só não os entende quem não quer. E considero ofensiva a insinuação.

*

Adendo brasileiro às Leis de Murphy: Qualquer palavra que tenha a mais mínima possibilidade de ser mal interpretada o será.

*

Entendem agora o que eu dizia ao afirmar que trocar a anulação das eleições de 2014 pelo mero impeachment da Dilma era suicídio?

*

A todo momento vemos novas discussões acadêmicas sobre “a existência de Deus”, cada vez mais sofisticadas e meticulosas. Mas não se vê uma só sobre os milagres e as profecias. Por que tamanha ânsia de provar EM ABSTRATO a existência de Alguém que poderia mais facilmente ser conhecido e comprovado pelas suas AÇÕES CONCRETAS no mundo real? Não será porque o público acadêmico quer somente o “Deus dos filósofos” em vez do Deus de Abrahão?

*

Quando vão entender que “causa primeira” só significa “Deus” metonimicamente?

*

Por favor, releiam à luz do que está acontecendo no Congresso agora mesmo:

http://www.olavodecarvalho.org/semana/151029dc.html

*

P. S. — Aqueles que vieram esfregar na minha cara o dogma 1806 são obviamente incapazes de ler, pois o dogma afirma que a existência de Deus PODE ser conhecida pela razão natural, não que ela já o seja perfeitamente. Pior, o dogma afirma que esse conhecimento se dá “por meio das coisas que foram feitas” e não do mero conceito genérico da contingência. As “coisas que foram feitas” são, precisamente, o objeto das ciências experimentais.

*

Enquanto o povo não tiver os meios legais e materiais de fiscalizar os políticos e de removê-los do cargo imediatamente em caso de corrupção ou inépcia, o Brasil só será uma democracia em sentido metonïmico.

*

Não sou contra a ocupação do Congresso. Sou contra fazê-la tarde e com pouca gente, reduzindo-a a um ato simbólico. Março de 2015 era o tempo certo. Ou recriamos aquela situação e agimos de maneira coerente com ela em vez de entregar a iniciativa aos políticos, ou então pelo menos imploramos que o governo dê um tubo de xilocaína a cada cidadão que ele enraba. Pode ser da marca “Arruinaldo Azevedo”.

*

15230736_10154878037996042_5407898588152050617_n

*

Não se esqueçam que hoje é Black Friday no Seminário de Filosofia.Todos os cursos avulsos com 40%.Só hoje.

http://www.seminariodefilosofia.org/categoria-produto/cursos-avulsos/

15135748_10154707155152192_7852360094835531239_n

*

Quando vejo as discussões acadêmicas sobre a existência de Deus, imagino eruditos debatendo a existência ou inexistência de determinado cidadão sem ligar a mínima para o fato de que ele está sentado na platéia.
Aqueles que, na ânsia histérica de exibir fidelidade à Igreja (desnecessária, porque ninguém os chamou de infiéis), ostentam sua crença inabalável na prova de Deus pela contingência, não entendem que Sto. Tomás não a apresentou para encerrar a discussão, e sim para estimular o conhecimento do Deus verdadeiro pela via dos fatos contingentes, isto é, precisamente, o que chamaríamos hoje de investigação científica. Assistam à minha aula sobre os milagres (https://www.youtube.com/watch?v=YkKcg92nWbg) e entenderão qual o rumo (pelo menos um deles) que, no meu entender, pode tomar essa investigação.
P. S. — Aqueles que vieram esfregar na minha cara o dogma 1806 são obviamente incapazes de ler, pois o dogma afirma que a existência de Deus PODE ser conhecida pela razão natural, não que ela já o seja perfeitamente. Pior, o dogma afirma que esse conhecimento se dá “por meio das coisas que foram feitas” e não do mero conceito genérico da contingência. As “coisas que foram feitas” são, precisamente, o objeto das ciências experimentais.

*

Assistam à minha aula sobre os milagres –

*

REVELAÇÃO DE NOSSA SENHORA A TERESA MUSCO:
http://www.mariadinazareth.it/apparizione%20caiazzo.htm

Marcelino Martins

A mística e vidente Tereza Musco, era analfabeta porque nunca teve a oportunidade de ir à escola, por ter que ajudar a família.
A Virgem Maria se encarregou então, a partir de 25 de dezembro de 1949 de lhe ensinar e leitura e escrita, orientando a sua mão.

A mística teve muitas visões de seu Anjo da guarda.
Em 31 de agosto de 1957 recebeu os estigmas invisíveis que se tornaram visíveis em 25 de outubro de 1968.

Em 14 de fevereiro de 1976 falou a Santíssima Virgem:

“Verás uma GRANDE REVOLUÇÃO em minha Igreja.
Os COMUNISTAS chegarão ao poder em minha casa, mas isso só acontecerá quando puderem agir livremente, sem obstáculos.

Então haverá o derramamento de muito sangue inocente.
No Vaticano estarão OS COMUNISTAS NO PODER, esperando o tempo e o momento adequado.
O mundo caminha para uma grande ruína.
O povo se perverte cada vez mais!

Se os homens não se converterem o Pai infligirá ao mundo um GRANDE CASTIGO e haverá um grande desastre. Minha filha, te escolhi, pobre e miserável porque tu me entendes e porque os sábios e estudiosos NÃO PODEM compreender a minha linguagem, a não ser que caiam de joelhos e coração contrito”

*

Acho que o Bergoglio andou lendo “Cinquenta Tons de Cinza”: ele chama de “discernimento” a incapacidade de distinguir o preto do branco, a qual, precisamente, o resto da espécie humana chama de “confusão”.

*

Roxane Carvalho

Ainda na atmosfera do Thanksgiving, copio, agradecida, a mensagem do professor e escritor José Carlos Zamboni.
“Que retornem os rios das graças ao lugar de onde partiram, para tornar a correr. Que este derramamento celeste remonte ao seu princípio, para em seguida se espalhar sobre a terra com mais abundância. “Como entendê-lo?”, me perguntaríeis. Eu o entendo segundo as palavras do Apóstolo: “Rendendo ação de graças a Deus, em todas as coisas” (1ª Tessalonicenses, 5, 18). Tudo o que acreditais possuir de sabedoria e de virtude, atribuí à virtude e à sabedoria de Deus, que é Jesus Cristo”. (São Bernardo de Claraval, Sermão XIII, “Sobre a ação de graças”)

*

Vão criticar a Joice Hasselmann na puta que os pariu. Vocês não fizeram pelo Brasil um milésimo do que ela fez, nem pagaram o preço que ela pagou.

*

China: Uma lição para os liberais que juravam que a liberdade de mercado traria consigo o fim da tirania — bela desculpa para fazer dinheiro à custa da desgraça alheia.

The country shows how censorship coexists with vibrant ecommerce and entertainment

https://www.ft.com/content/5ec26734-b0b4-11e6-a37c-f4a01f1b0fa1

*

Se vocês querem um Brasil melhor, façam-no vocês mesmos. Não esperem os militares, nem muito menos os políticos. Se os hominhos votarem a porcaria da auto-anistia, vão lá em massa, mas não para protestar: efetuem a PRISÃO CIVIL de cada um dos desgraçados.

15109497_10154709125702192_1878042846266519191_n.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s