20/11/2016

Criacionismo e evolucionismo não são termos antagônicos. Mas — ao contrário do que pensa o vulgo — o primeiro pode ser provado, o segundo não. Nem refutado. Só vejo uma possibilidade: subscrever uma metafísica criacionista deixando em aberto a discussão sobre a hipótese evolucionista.
Dito isso, o melhor é isolar esse problema da questão do “desígnio inteligente” do qual ou contra o qual só podemos encontrar indícios, não provas cabais. Especialmente a negação do desígnio inteligente é complicada. Quem quer que tenha um pouco de senso lógico deve compreender à primeira vista que demonstrar a ausência de finalidade só é possível no que diz respeito a processos parciais integralmente conhecidos, não a uma totalidade em aberto.

*

Chega de intermediários! Todo o poder aos narcotraficantes!

*

O homem nem tomou posse ainda, e o mundo já começou a melhorar:

http://www.mirror.co.uk/news/world-news/russia-ask-donald-trump-help-9294467http://www.mirror.co.uk/news/world-news/russia-ask-donald-trump-help-9294467

*

Não creio que a União Européia sobreviva a uma aliança Putin-Trump. Os mais lindos planos globalistas arriscam desfazer-se no ar como um peido do demônio.

Caio Fonseca O problema são os planos de Putin.
Olavo de Carvalho O Putin só quer restabelecer o Império Russo, que existiu durante séculos sem incomodar ninguém exceto seus próprios moradores.

*

A moral é um conjunto de proibições que a visa tornar possível e rentável a convivência dos seres humanos. Toda sociedade tem uma. As culturas mais bárbaras e desumanas têm uma. A nossa é um pouco mais refinada que a delas, mas não menos mundana e oportunista.
O cristianismo é um conjunto de regras para fazer de você o “homem novo” desejado por Deus. Isso tem pouco ou nada a ver com a moral. Ninguém jamais foi para o céu por ter seguido as regras da moral, pois todas elas foram feitas para regular a vida do “homem antigo” o “paleo anthropos” que o cristianismo, justamente, quer que você deixe de ser.
Quando os ensinamentos do cristianismo se fundem com a moral social e começam a se impor pelos meios usuais dela, eles se rebaixam ao mundanismo mais tosco e você se torna apenas um “paleo anthropos” que tomou banho.

*

Excluída a sua utilidade socio-econômica, a moral só serve para fazer de você um fofoqueiro.

*

Embora a ditadura dos comunistas na Rússia tivesse antecedido de vinte anos a dos nazistas na Alemanha; embora as vítimas inocentes do primeiro regime sejam cinco vezes mais numerosas que as do segundo; embora todo o sistema repressivo do segundo nunca tenha passado de uma cópia tardia de modelos já testados no primeiro; e embora seja fato histórico comprovado que a Alemanha nazista jamais teria chegado a ser uma ameaça de escala mundial sem a ajuda militar que recebeu da URSS por baixo do pano, — até hoje, no julgamento da mídia e do “establishment”, se você exige que os dois regimes sejam julgados segundo os mesmos critérios morais e o mesmo senso das proporções, isso é a prova inequívoca de que VOCÊ É NAZISTA.

*

Ninguém acusa com mais persuasiva eloqüência do que aquele que acusa para ocultar seus próprios crimes.

*

Excluída a sua utilidade socio-econômica, a moral só serve para fazer de você um fofoqueiro.

*

Se aparecer por aí uma notícia de que fui condenado por assassinato, é sinal de que descobri quem inventou o verbo “skypar”.

*

Uma mediquinha muito fliha da puta estava babando de vontade de amputar o meu pé e ficou frustrada quando a minha diabete melhorou sem a ajuda dela, só com chás brasileiros e acupuntura. Quando apareci lá com infecção nos sinus e garganta, ela se vingou receitando-me um antibiótico inócuo por dez dias, de modo que só comecei mesmo a me tratar uns quatro dias atrás, quando decidi seguir o meu próprio conselho:
— Se o seu médico diz que você precisa mudar de estilo de vida, obedeça: comece mudando de médico.

*

Médico tem de ser velho. O dr. Stephen, quase um ancião bíblico, me salvou da jovem vampira.

*

Quando dizem que vão “empoderar” você, quer dizer que vão enfoderá-lo.

*

O outono americano é lindo e perigoso como uma beldade com Aids. Passa do frio ao calor umas vinte vezes por dia e não se contenta enquanto não mandar você para o hospital.

*

Muito brasileiro que vive aqui não aprende inglês, mas pelo menos esquece o português.

*

Duas vezes na vida o acaso me botou bem pertinho das mulheres mais lindas do mundo. Uma foi uma iraniana em Bucareste, a outra uma tunisina em Paris. A primeira tinha um namorado do tamanho do Schwarzenegger e a segunda estava com suspeita de Aids.

*

A mistura do cristianismo com a moral mundana começa por transformar o adultério em crime e termina decretando que condenar a pedofilia é falta de caridade. Aquilo Del Nisso.

*

Toda vez que fazem uma lei inspirada em “valores cristãos”, rebaixam esses valores a preconceitos sociais. O melhor mesmo é deixar que César cuide do governo e Deus das nossas almas.

*

Prefiro antes viver numa tirania que me deixe praticar a minha religião do que numa democracia que me mande para a cadeia por isso.

*

Uma conhecida minha, do Paraná, casou com um espanhol e foi viver em Barcelona. Dois anos depois conversei com ela por telefone e ela me implorou que não falasse em português, que ela já não entendia porra nenhuma.

*

Hoje encontramos uma senhora nordestina trabalhando de caixeira no Wawa. Falava português com sotaque do Texas.

*

Acho que o brasileiro é mimético por natureza, O próprio Roberto Campos, depois de uns anos como embaixador em Washington, voltou falando “Brzzill” em vez de Brasil. Levou uns seis meses para voltar ao normal.

*

A Revelação consiste de certezas absolutas quanto ao destino eterno do ser humano, mas dela não se pode deduzir nenhuma “lei natural”. Tudo o que é natural só pode ser conhecido por observação e experiência, e por esse motivo o que sabemos a respeito será sempre relativo e mutável, como qualquer conhecimento científico. A monogamia cristã pode ser um requisito para a salvação das almas, mas não é mais “natural” do que a poligamia hebraica.

*

Todos os sistemas morais mais diversos, que permitiram a sobrevivência e prosperidade de civilizações inteiras durante milênios, são obviamente compatíveis com a “lei natural”. Mas nem todos são compatíveis com a salvação eterna. Imaginar que só o que facilita a salvação é compatível com a lei natural é desmentir o próprio Deus.

*

Obviedades escandalosas:
1) A lei natural não traduz perfeitamente o código da salvação.
2) Nenhuma moralidade social jamais traduziu de maneira integral e perfeita a lei natural.

*

Nada mais antinatural do que um governo pretender ser a personificação da lei natural.

*

Quem aí mora na França? Preciso comprar um livro do qual só existe um exemplar disponível no Fnac e que não pode ser despachado para os EUA, só para a França. Há alguém que se disponha a receber o livro e enviá-lo para mim?

*

“Direito natural” é metonímia. Pode-se conceber, no máximo, alguma obrigação natural, da qual decorra para terceiros algum direito.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s