10/11/2016

Por favor, me envie inbox ou por e-mail o seu endereço postal, para que eu possa lhe enviar o livro do Balthasar (3 vols.).

*

A Monalisa Perrone querendo forçar o repórter a dizer que o Trump havia declarado ódio aos negros foi uma das cenas mais abjetas que já apareceram numa TV que bate todos os recordes de abjeção. Essa dona tem de ser posta para fora da profissão.

15037293_10210795630991338_8492230063526720932_n.jpg
*
Mauro Ventura com Olavo de Carvalho.
Make selfie great again!

 

14937202_10209067145809378_8488795030898190783_n

*
Os esquerdinhas estão putos dentro das calças e calcinhas porque o Trump salvou suas porcas vidas:
*
Uma mídia que nas suas previsões se oprienta antes por estereótipos de propaganda eleitoral rasteira — machão = fascista = belicista = fim do mundo — em vez de se guiar pelas declarações EXPLÍCITAS do governo russo de que o risco de guerra vinha da Hillary TEM DE SER EXTINTA A TODO PREÇO.
*
O Arruinaldo Azevedo vem agora com a historinha de que não estava prevendo, apenas torcendo. Pior ainda: o jornalista que disfarça a torcida mediante uma aparência de previsão é um VIGARISTA.
*
A Monalisa Perrone querendo forçar o repórter a dizer que o Trump havia declarado ódio aos negros foi uma das cenas mais abjetas que já apareceram numa TV que bate todos os recordes de abjeção. Essa dona tem de ser posta para fora da profissão.
*
O Carl Bernstein, encarnação viva da empáfia e onissapiência da grande mídia, disse ontem que o Drudge Report vivia “num universo paralelo”.
*
Hoie sabemos quem estava no universo paralelo.
*

Uma coisa a vitória do Trump demonstrou de uma vez para sempre: Todo o dinheiro do mundo nada pode contra a estrutura da realidade.

*

A vitória do Trump significa, na mais modesta das hipóteses, PAZ MUNDIAL. Deve ser uma coisa muito errada mesmo.

*

Bloqueei o tal de Mozart Brahms Catão, que é um fake dos Veadascos.

*

A passagem da “era industrial” para a “era da informática” é uma das ilusões mais letais criadas pela verborréia universal. Baseados nessa cretinice, os americanos permitiram que suas indústrias saíssem do país, acreditando poder controlar tudo de longe pelos computadores. Quem ganhou com isso foram os chineses, que sabem que ninguém pode comer megabytes.

*

A passagem da “era industrial” para a “era da informática” é uma das ilusões mais letais criadas pela verborréia universal. Baseados nessa cretinice, os americanos permitiram que suas indústrias saíssem do país, acreditando poder controlar tudo de longe pelos computadores. Quem ganhou com isso foram os chineses, que sabem que ninguém pode comer megabytes.

*

Se você está perdido no mato, não adianta nada ter toda a informação do mundo estocada na sua cabecinha. Nessas horas é melhor ter uma boa Winchester modelo 1895, produto da pré-histórica era industrial.

*

O mantra “Informação é poder” é puro pensamento metonímico. Se você tem os meios materiais de agir, a informação ajuda, é claro. Mas, sem eles, ela serve apenas como medida de aferição da sua impotência.

*

Noventa por cento dos erros de previsão estratégico-política provêm do desprezo pelo conceito de MEIOS DE AÇÃO.

*

Se eu sei exatamente onde está o petróleo, mas não tenho a porra da broca, só o que posso fazer é vender conhecimento a quem tenha uma.

*

Nos anos 30 o fascismo já tinha duas décadas de doutrina explícita acumulada em livros, jornais, teses universitárias etc. As pessoas SABIAM o que era fascismo, seja para combatê-lo ou para reforçá-lo. Hoje em dia, “fascismo” é uma fantasia etérea construída com frases soltas, impressões subjetivas e lendas urbanas de uma idiotice sem par.

Thiago Morato Quais os autores e fontes, professor ?
Olavo de Carvalho Giovanni Gentile, Drieu La Rochelle, Georges Sorel, o próprio Mussolini. Os melhores estudos sobre o fascismo são os de A. James Gregor.

*

A Márcia Tiburi escreveu todo um livro sobre o fascismo sem jamais ter lido uma só linha de doutrina fascista. Um autêntico milagre brasileiro.

*

Você deseja ter filhos obedientes e calmos? Deseja ter um ambiente familiar mais harmônico e feliz? Então não perca o webinário gratuito com meu aluno, o Dr. Italo Marsili, que começa daqui a pouco, às 20h.
A gravação ficará disponível somente para os inscritos.
http://www.comoeducarseusfilhos.com.br/webinario-2016/

http://www.comoeducarseusfilhos.com.br/webinario-2016/

*

É só você ler o que mídia brasileira diz dos EUA para perceber o quanto essa conversa de “cultura global” é ilusória. Nunca as fronteiras entre culturas nacionais foram tão intransponíveis.

*

http://www.midiasemmascara.org/…/16818-2016-11-10-22-36-58.…
Do Diário do Olavo: o charlatanismo da grande mídia, Donald Trump e outras rápidas considerações
(Seleção e organização: Edson Camargo, editor-executivo do MSM)

*

Confissão sincera:

http://www.cbsnews.com/news/commentary-the-unbearable-smugness-of-the-press-presidential-election-2016/

*

Não é uma gracinha? No momento em que os cristãos são perseguidos e assassinados em massa pelos muçulmanos, Obama e o mais desprezível dos papas acham que é um dever humanitário abrir as portas do Ocidente aos refugiados… muçulmanos!

Hérico de Oliveira Olavo de Carvalho, o papa fala em abrir as portas a qualquer refugiado que foge da perseguição dos islâmicos no oriente, especialmente aos cristãos que você cita.
Olavo de Carvalho Ora, porra! As palavras genéricas não correspondem aos atos concretos. Na prática, ele se opôs à política do Trump, e você sabe o que isso significa.
Hérico de Oliveira Desde de 2013 o papa fala sobre isso. Muito antes de trump se lançar em qualquer campanha, “ora porra”.
Olavo de Carvalho Hérico de Oliveira As intervenções dele nos momentos decisivos, desde a sua eleição, sempre favoreceram os muçulmanos. Você está cego.

*

Entre um bilhão de outros benefícios que a Igreja Católica fez aos EUA, pelo menos este não deveria ser esquecido: foi ela que acabou com o Ku-Klux-Klan.

*

Os católicos sempre foram o grupo minoritário MAIS PERSEGUIDO, DISCRIMINADO E DEMONIZADO nos EUA. Só no século XIX os americanos já tinham escrito mais livros contra os católicos do que os alemães viriam a escrever contra os judeus no século XX.

*

O dr. Emir Sader tinha mesmo razão ao denominar o seu próprio pensamento de “O Mundo às Avessas”. Desde William Jennings Bryan (1860-1925), nenhum candidato presidencial americano combateu tão vigorosamente e tão corajosamente o capital monopolístico como o fez Donald J. Trump. Se os esquerdistas tivessem UM PINGO DE VERGONHA NA CARA, eles o teriam apoiado desde o começo, mas hoje são todos empregadinhos do grande capital.

Geraldo Ribeiro Para a empáfia deles, ser empregadinhos do grande capital é o mais humilhante dos destinos possíveis, mas acho que eles não se importam.
Olavo de Carvalho É, mas eles gozam pelo cu.
Franklin Wilker Só o Zizek disse que votaria no Trump.
Olavo de Carvalho Franklin Wilker Sim. Loco si, pero no tonto.

*

Nada é mais patético do que o desprezo afetado dos liberais pelo marxismo. Karl Marx foi um farsante e um filho da puta, mas jamais foi um idiota. Ele previu muito claramente que a concentração do capital levaria ao socialismo, e descreveu antecipadamente a situação que o mundo inteiro vive hoje: a fusão do grande capital com a política de esquerda, uma aliança de demônios que ele achava a coisa mais linda do mundo. O menosprezo fingido é o caminho da derrota. Termina sempre naquelas famosas palavras de autoconsolo: “Peidei no pau dele.”

*

Karl Marx, no fim das contas, só errou feio num único ponto: achou que quem iria acabar com o capitalismo liberal eram os proletários. Joseph Schumpeter disse que seriam os capitalistas, e o tempo mostrou que ele tinha razão.

*

O protecionismo como princípio doutrinal está errado, mas como remédio de emergência em certas situações é indispensável. Sem a política protecionista de Getúlio Vargas, inspirada diretamente na “Teoria do Protecionismo” do economista romeno Mihail Manoilescu, a indústria brasileira nem mesmo teria chegado a existir.
Os comunistas odiavam tanto o Manoilescu que viriam a fuzilá-lo em efígie depois de morto, mas nem por isso deixavam de visitá-lo na cadeia, enquanto puderam, para lhe pedir conselhos de economia.

Paulo Figueiredo Filho Olavo, pode explicar melhor? Na minha concepção, a indústria brasileira é inexistente JUSTAMENTE por causa do protecionismo da Era Vargas – que persiste até hoje. O resultado foi um empresário que, em vez de ser composto pelo self-made man empreendedor  e inovador, tornou-se bem sucedido através de um puxa-saquismo e negociação de privilégios com o governo. Daí você tira que o Brasil não é líder em praticamente nenhum segmento da indústria mundial. O protecionismo não serviu somente para destruir a indústria propriamente dita, mas foi muito além, destruindo completamente a cultura empreendedora no Brasil.
Olavo de Carvalho Paulo Figueiredo : Simplesmente não havia indústria nacional antes da Era Vargas. Começou a existir por iniciativa do Roberto Simonsen, que traduziu o livro do Manoilescu e deu para o Vargas ler. Foi aí que tudo começou. O que estrangulou a indústria nacional foi, bem depois disso, o excesso de regulamentação e de impostos, e não o protecionismo. Você está confundindo duas fases da história.

Olavo de Carvalho
Olavo de Carvalho P.S. – Tive a honra de participar, como conferencista, das celebrações do centenário de Mihail Manoilescu em Bucareste, organizadas pelo Banco Central da Romênia.

*

Meu maior dilema existencial:

14962528_10154663066152192_2965501264208302877_n

Momentos inesquecíveis:
Meu irmão trabalhou durante algum tempo numa empresa onde o chefe era um alemão com mentalidade meio nazista, que adorava dar umas broncas coletivas, colocando os empregados em linha como num quartel, e ordenando:
— Agôrra focê fala. Agôrra focê fica kêta.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s