17/10/2016

Os modelos cibernéticos da inteligência humana são a coisa mais estúpida e estupidamente cara que a presunção científica já inventou. É tudo uma comedeira de verbas, digna de fazer o PT parecer um convento de freiras.

*

Por que, com tanto investimento em estudos sobre fisiologia cerebral, QI, aprendizado, etc., a sociedade americana não produziu nenhum Aristóteles, nenhum Tomás de Aquino, nenhum Leibniz, nenhum Schelling, nenhum Bach, nenhum Mário Ferreira dos Santos?

*

Noventa e nove por cento da eloqüência religiosa hoje em dia são de um mau gosto abjeto. Imaginar que essa porcariada subliterária venha do Espírito Santo é uma blasfêmia intolerável.
Depois que li Bossuet e o Abade Marmion, minha paciência com essas coisas se reduziu praticamente ao inexistente.

*

Os modelos cibernéticos da inteligência humana são a coisa mais estúpida e estupidamente cara que a presunção científica já inventou. É tudo uma comedeira de verbas, digna de fazer o PT parecer um convento de freiras.

*

Se é verdade que cada vez que você aprende algo o seu cérebro é modificado, das duas uma: Ou existe um sujeito cognoscente extracerebral que passa informação ao cérebro e o modifica, ou o cérebro se modifica a si mesmo e é ele próprio o sujeito ativo do aprendizado. Mas para tanto esse cérebro teria de ser autoconsciente, isto é, conhecer-se a si mesmo com certeza imediata e atemporal antes de conhecer qualquer outra coisa, como o “ego cogitans” cartesiano — o que é absolutamente incompatível com o simples fato de que a neurofisiologia tem uma história.

*

Você consegue seguir um raciocínio qualquer ao mesmo tempo que observa as operações cerebrais que supostamente o produzem? É claro que não. Mas também não consegue adquirir consciência de alguma coisa sem possuir imediatamente a consciência do ato de consciência que traz essa coisa ao seu conhecimento. Basta isso para mostrar que cérebro e consciência não funcionam do mesmo modo.

*

Se o cérebro fosse autoconsciente, a ciência da neurofisiologia já existiria inteira desde antes do homem de Neanderthal.

*

Minha teoria é a seguinte: o cérebro não produz a consciência, apenas a espreme e limita para adaptá-la ao quadro espaço-temporal terrestre.

*

O cérebro não produz a consciência, mas produz a inconsciência

*

Como, no dizer de Husserl, toda consciência é “consciência de”, não é possível explicar a consciência sem ter explicado antes a misteriosa propriedade que OS OBJETOS têm de tornar-se objetos da consciência humana — propriedade que não pode estar no cérebro, já que este é apenas um objeto entre outros, e aliás não pode estar nem mesmo em nós, mas tem de estar neles próprios.

*

O Obama pode ter nascido no Quênia, mas todos os indícios disso são circunstanciais. Ele pode ser mesmo inelegível, mas a prova disso depende de diferentes interpretações do direito constitucional. Mas que os documentos dele são falsos é algo de que se tem PROVA MATERIAL mais que suficiente. Que os conservadores americanos discutam mais as duas primeiras hipóteses do que o fato comprovado é por si mesmo um forte sinal de burrice generalizada, alimentada pelo pedantismo acadêmico.

*

A sofisticação opõe-se à inteligência como a frescura se opõe à simplicidade.

*

Quando todo mundo quer desviar a sua atenção de um ponto essencial e você mesmo quer antes fazer bonito do que concentrar sua atenção nele, ele pode ser tão vistoso quanto um elefante cor-de-rosa com bolinhas verdes, mas você jamais o perceberá.

*

Se você faz questão de que os idiotas o julguem esperto, toda a sua esperteza jamais passará de idiotice.

*

Todo mundo celebra o primeiro negro, a primeira mulher, o primeiro gay que ocupa tal ou qual cargo importante. Só não podem celebrar o primeiro idiota.

*

Um dia o mistério da identidade real do Obama será resolvido aos olhos de todos, e aí a sociedade americana terá de admitir que há tempos perdeu toda capacidade de administrar-se a si mesma.

Andre Lima Lopes Professor, o gramscismo nos EUA deu mais certo que no Brasil? Ou são coisas diferentes?
Olavo de Carvalho Totalmente diferentes. Nos EUA a coisa começou com os agentes soviéticos no governo.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s